uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Livraria e discoteca lutam pela sobrevivência

Oferta de livros e discos está limitada pela crise
Edição de 01.02.2006 | Cultura e Lazer
No que toca ao consumo individual, respeitante aos hábitos de leitura, Francisca Guerreiro, responsável por uma das duas livrarias existentes na cidade, defende que é preciso criar a necessidade de leitura nas pessoas. Com uma clientela fidelizada ao longo dos 30 anos de existência, Francisca Guerreiro é da opinião que faz falta a Vila Franca mais espaços do género que consigam cultivar junto das pessoas o gosto pela leitura. Tendo em vista este objectivo, a livraria que possui leva com alguma frequência escritores até às escolas para despertar o gosto nos mais novos. Já em relação a discotecas, a que existe no centro comercial é a única, depois das restantes terem fechado há mais de um ano. Segundo o responsável do espaço, Rui Martins, as dificuldades que se vivem actualmente no mundo dos CDs, dos jogos e dos DVDs tem a sua origem na Internet e na pirataria daí decorrente. Por isso, diz que não sabe até quando a única discoteca existente na cidade irá manter as portas abertas.

Mais Notícias

    A carregar...