uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
ACIS teme fraca adesão de comerciantes ao MODCOM

ACIS teme fraca adesão de comerciantes ao MODCOM

Investimento antecipado poderá condicionar candidaturas dos empresários
Edição de 08.02.2006 | Economia
A Associação Empresarial de Torres Novas, Entroncamento, Alcanena e Golegã (ACIS) enaltece o novo sistema de incentivos à modernização do comércio – MODCOM – mas teme que os empresários se sintam intimidados pelo facto de terem de investir primeiro e, só depois, receberem a comparticipação do Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas (IAPMEI).As preocupações da ACIS surgem na sequência da apresentação do programa MODCOM em Torres Novas, realizada dia 1. O projecto de apoio às micro ou pequenas empresas tem como objectivo revitalizar e dinamizar a actividade comercial, através de um incentivo não reembolsável de 35% das despesas elegíveis, na sua maioria vocacionadas para a melhoria da imagem das empresas.Paula Silva, secretária geral da ACIS, admite a mais valia deste novo instrumento de incentivo ao comércio. Porém, relembra as dificuldades que os empresários atravessam para justificar a possibilidade de uma fraca adesão ao MODCOM.“O mal dos projectos é que as pessoas têm de investir primeiro e receber depois. Dada a crise que o nosso tecido empresarial atravessa, é muito complicado. As pessoas têm medo de arriscar”, afirmou.No entanto, apesar dos condicionalismos do MODCOM, a ACIS considera que esta é mais uma oportunidade para o comércio, com a vantagem de ser menos burocrática e mais simples que os projectos anteriores. A associação já colocou à disposição dos interessados um técnico para auxiliar na elaboração das candidaturas e para esclarecer quaisquer dúvidas dos empresários, até dia 14 de Março, altura em que encerra o período de candidaturas. Carla Paixão
ACIS teme fraca adesão de comerciantes ao MODCOM

Mais Notícias

    A carregar...