uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

O “crime” compensa

Edição de 06.12.2006 | O Mirante dos Leitores
O vosso artigo sobre a não actuação do Sr. presidente da Câmara Municipal de Almeirim relativamente às oficinas clandestinas é notável, porquanto revela uma vez mais a “qualidade” de muitos dos autarcas que “dirigem” (ou talvez não) os municípios e freguesias deste país. Será que o Sr. presidente da Câmara Municipal de Almeirim não quer acabar com postos de trabalho, ou não quer é perder votos? E se em Almeirim o Sr. presidente fecha os olhos e protege, defende e promove a economia clandestina em Santarém possivelmente andará tudo cego. Se assim não fosse também já medidas punitivas teriam sido tomadas. Num e noutro caso protege-se objectivamente o incumprimento das leis. O “crime” compensa e no caso de Almeirim parece ter protecção autárquica. Alega-se proteger os postos de trabalho (já não chega as autarquias serem agências de emprego para uns, misericórdias para outros), tudo à custa dos cidadãos cumpridores e pagadores que entregam os seus impostos e sustentam os autarcas para supostamente defenderem a causa pública. Agora temos também um presidente de câmara que publicamente defende quem não cumpre a lei, eventualmente atenta contra o ambiente, etc. É caso para perguntar onde estamos e para onde iremos com pessoas desta qualidade?Mas quando é que estes feiticeiros são reduzidos à sua real importância? Não será possível colocar personagens deste calibre nos lugares que naturalmente lhes competem?José Manuel Ferreira Roque Dias

Mais Notícias

    A carregar...