uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

O livro amarelo

Edição de 06.12.2006 | O Mirante dos Leitores
Há cerca de mês e meio, dirigi-me a um estabelecimento dos serviços públicos, em Salvaterra de Magos. Estive duas horas à espera e quando chegou a minha vez, qual não é o meu espanto, quando dizem que não me poderiam atender pois não aceitavam pagamentos através do Multibanco. Perguntei porquê, mas não obtive resposta convincente. Apenas aceitariam chegues, facto para o qual não fui preparado, e por isso teria esperado em vão. Expliquei a situação, defendendo que deveriam ter um aviso, de modo a que as pessoas não estivessem tanto tempo à espera desnecessariamente. A senhora por trás do balcão nunca me quis explicar o porquê de só aceitarem cheques e mostrou uma atitude arrogante e pouco prestável. Acabei por pedir o livro de reclamações, sendo que em vez disso me foi apresentado o gerente do estabelecimento, que insistiu para que eu não manchasse o livro amarelo. Consegui, finalmente, as explicações que pretendia e apesar de não concordar com elas e muito menos com a falta de aviso aos utilizadores daqueles serviços, acabei por me resignar e não formalizei o meu desagrado. Parece que só ameaçando “fazer queixinhas” se consegue algum esclarecimento em certos balcões, cujos gerentes vão depois fazer o choradinho a cada cliente descontente, conseguindo manter o livro em branco.Carlos Soares – Salvaterra de Magos

Mais Notícias

    A carregar...