uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Instinto Assassino

Edição de 23.12.2006 | O Mirante dos Leitores
Gostava que me permitissem partilhar esta sensação de perigo que sinto de cada vez que saio de casa, seja como peão, seja como condutor. Frequentemente sou confrontado com a seguinte situação: decido atravessar uma rua num local onde não existem passadeiras. Ao longe vem um carro a velocidade moderada. Assim que começo a atravessar, o carro acelera e sou obrigado a correr para o outro lado da estrada. Não ando a ficar maluco, isto acontece-me com muita frequência. Cada vez com mais frequência. Por outro lado, se vou a conduzir e à minha frente segue um carro devagar é certo e sabido que esse carro acelera assim que eu decido ultrapassá-lo.Não digo que estas situações ocorram sempre, mas garanto que se verificam cada vez com maior frequência. Há uns anos eram raras. Agora não. E não se verificam apenas comigo. Tenho muitos amigos e conhecidos que constatam o mesmo. Costumamos dizer que o stress do dia-a-dia está a fazer aumentar o instinto assassino que existe dentro de cada um de nós. É evidente que aqui analiso o comportamento de outros mas não quero parecer nenhum santinho. Embora não repare, admito que também já tenha tido comportamentos idênticos aos que aqui descrevo. Numa sociedade cada vez mais competitiva e agressiva é normal que esse clima se entranhe nos cidadãos anulando cada vez mais o que de melhor existe dentro de nós. Deixo esta questão para reflexão.Carlos Alberto Torres Alves

Mais Notícias

    A carregar...