uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Passeio por acabar há mais de dez anos em Benavente

Edição de 07.02.2007 | Sociedade
O empresário José Carlos Prudêncio, que construiu uma urbanização em Benavente em 1993, mas não concluiu os arranjos exteriores, tem mais 30 dias para regularizar a situação. A Câmara Municipal de Benavente, que reuniu na tarde de segunda-feira, decidiu prorrogar por mais um mês o prazo por proposta do vereador Miguel Cardia que lembrou a morosidade do processo que implica o pedido de garantia bancária.O eleito lembra que em causa estão meia dúzia de metros de passeio cujo custo rondará os mil euros. A garantia bancária do empresário ascende a 19 mil. O presidente da autarquia, António José Ganhão, concordou em estender o prazo, concedendo ao urbanizador mais uma oportunidade. “O passeio não afecta as frentes das moradias, mas faz parte da obra da urbanização. A câmara não pode libertar a garantia bancária enquanto não for feito esse passeio”, sublinhou o presidente da autarquia. A vereadora do PS, Ana Casquinha, lembrou no entanto que é preciso estar atenta aos atrasos já que no caso de algumas obras a demora pode levar a que o montante não suporte o custo da intervenção em falta.

Mais Notícias

    A carregar...