uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Elsa Pedrosa é gestora de eventos em Vila Franca de Xira

A empresária criou o seu próprio negócio após ter acabado o curso

O principal objectivo da empresária, neste momento, é conseguir ter o seu próprio espaço para a realização de eventos. Para já vai abrir um espaço arrendado no centro comercial de Vila Franca de Xira.

Edição de 18.04.2007 | Identidade Profissional
Os pais são donos de um restaurante há já 25 anos e talvez tenha vindo daí o “bichinho” que Elsa Pedrosa diz ter para a área do catering de comida e bebida. Licenciou-se em Gestão Turística e Hoteleira e, na altura em que estava a estudar, achava que iria trabalhar na recepção de um hotel ou algo parecido. Mas não. Há dois anos atrás, Elsa Pedrosa resolveu abrir o seu próprio negócio e criou uma empresa de gestão e promoção de eventos, um ramo que, segundo a empresária, “tem bastante procura”. “As pessoas não têm muito tempo nem paciência para estarem a fazer festas de anos em casa”, explica. Desde festas de aniversário para crianças até casamentos e baptizados, Elsa trata de todos os pormenores daquele que, para muitos, poderá ser o dia mais importante das suas vidas.O trabalho exige criatividade e bastante trabalho de pesquisa. No caso, por exemplo, de uma festa de aniversário de uma criança, os clientes trazem geralmente ideias para o tema da festa. Com esse tema em vista, Elsa parte em busca dos materiais necessários para recriar o ambiente adequado. Quando os clientes não têm nenhuma ideia específica do que querem, Elsa Pedrosa procura desvendar um pouco mais os gostos e preferências do aniversariante. “Por exemplo, se um miúdo passar muito tempo em casa a jogar jogos de carros ou a ver o Super-Homem, mesmo que os pais não me digam qual o tema da festa já sei que deverei pesquisar por aí”. É Elsa quem se encarrega de comprar todo o material necessário, das cadeiras até aos copos para a festa.O principal objectivo de Elsa Pedrosa, neste momento, é conseguir ter o seu próprio espaço para os eventos. “Tenho contactos de alguns espaços, como quintas, sem catering próprio”, diz. Para além disso, Elsa usava até há pouco tempo o restaurante do pai como espaço para festas de aniversário. No entanto, as confusões arranjadas pelas crianças demasiado entusiasmadas com a brincadeira levaram o pai de Elsa a pedir-lhe que encontrasse outro espaço. Daqui a pouco tempo, Elsa Pedrosa vai abrir um espaço para eventos que arrendou no Vila Franca Centro. Mas o objectivo a longo prazo é conseguir as suas próprias instalações até porque, como a própria afirma, “com o meu próprio espaço vou poder praticar preços mais competitivos”.Uma festa de aniversário leva, em média, duas semanas a organizar. Há vários contactos a fazer para tratar de pormenores tão diversos como a comida, a decoração ou a animação. A festa mais barata custa cinco euros por pessoa e a mais cara ronda os 25 euros. “Temos que ter noção da situação em que vivemos”, frisa Elsa Pedrosa. “As pessoas não têm muito dinheiro para andar a gastar em festas”. No caso dos casamentos, os preços podem variar entre os 50 e os 70 euros por pessoa.A empresária recorda ainda a primeira festa de aniversário que organizou. “Foi no restaurante do meu pai e tinha como tema o futebol”, lembra. Depois de quase toda a decoração montada, Elsa teve a ideia de arranjar um grande tapete verde e montar um campo de futebol improvisado no restaurante. “Talvez por ter sido a primeira, estava muito nervosa e queria que tudo corresse bem”, justifica.A gestão de eventos é uma actividade incerta. “Passo muito tempo sem organizar nada”, afirma. Segundo Elsa, a época do Natal é bastante boa por causa das festas de Natal das empresas mas a essa época segue-se um período de meses durante os quais quase não acontece nada. Nos tempos livres, para além de ajudar no restaurante, Elsa gosta de ir ao cinema, ler e passear com os amigos. E mesmo quando não é para fazer negócio, lá se vão organizando mais umas festas. “Sou eu que organizo as festas dos meus sobrinhos”, diz. Quando um dia tiver filhos, não hesita em afirmar que será ela a encarregada de escolher todos os pormenores de cada festa de aniversário. “Nem admito que venha outra pessoa fazê-lo”, conclui.

Mais Notícias

    A carregar...