uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Hospital de Tomar abre internamento de psiquiatria

Edição de 27.06.2007 | Sociedade
A unidade de Tomar do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) inaugurou esta terça-feira o serviço de internamento de psiquiatria. A especialidade médica, que funcionava já em regime ambulatório desde 2002, passa a ter disponível um serviço com 24 camas, destinado ao internamento de doentes psiquiátricos em situação aguda, evitando o internamento em Lisboa de cerca de 300 doentes que anualmente são referenciados aos hospitais centrais.Para o presidente do conselho de administração do CHMT, Silvino Alcaravela, o novo serviço representa uma mais-valia considerável na acessibilidade e qualidade dos cuidados prestados aos cerca de 250 mil habitantes do Médio Tejo. “A entrada em funcionamento do internamento de psiquiatria é o passo final para que seja cumprida a orientação estratégica do CHMT, o objectivo definido no plano de acção para 2007 e a orientação política do Governo par a saúde mental, no sentido de desenvolvimento do internamento psiquiátrico nos hospitais distritais”, salienta Silvino Alcaravela, adiantando que, para já, o serviço disponibiliza 14 das 24 camas previstas. Fernando Afoito, responsável da Sub-Região de Saúde de Santarém e presente na cerimónia em representação do coordenador da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), congratulou-se com a medida salientando existirem sempre “muitas dificuldades em criar serviços deste género fora dos grandes centros urbanos”. Também Luísa Delgado, a médica responsável pelo novo departamento, lembrou a importância de ter na região o internamento desta valência, afirmando não fazer sentido que os doentes mentais sejam internados a 150 quilómetros de distância da sua área de residência. “É uma violência e uma falha no sistema nacional de saúde que este novo serviço vem colmatar”.A funcionar no sexto piso do hospital de Tomar (no mesmo piso onde funciona o internamento em urologia), o departamento de saúde mental e psiquiatria dispõe de um gabinete de consulta, vários quartos adaptados para garantir a segurança dos doentes - as janelas só abrem metade e as portas das casas de banho não fecham por dentro de uma sala de convívio e até uma mesa de ping-pong. A valência agora disponibilizada tem uma cobertura de ambulatório até às 21h00, sendo que a cobertura de urgência, a partir dessa hora e também aos fins-de-semana e feriados, é assegurada pelo Hospital de Santarém, que assume o pólo de urgência psiquiátrica de todo o Ribatejo.

Mais Notícias

    A carregar...