uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Susana Carvalho

Susana Carvalho

28 anos, directora-técnica da Casa da Fidalguia, Cartaxo

“Não faço nada para manter a forma física. Não tenho sequer tempo para o fazer. Nas folgas guardo mais tempo para cuidar de mim ou ter bons momentos do que ir fazer exercício físico”

Edição de 26.11.2008 | Agora falo eu
Costuma ter atenção ao seu redor quando está no Multibanco?Por acaso não. Não sinto insegurança onde vou porque costumo escolher locais minimamente seguros. E nunca tive qualquer suspeita de algum perigo.Nota que as autoridades andam na caça à multa?Bastante. Nota-se uma presença muito constante no terreno em situações de maior risco de poder apanhar uma multa. Penso que tenham uma atitude pedagógica e tentem incentivar a condução com mais civismo. Agora se o fazem ou se aproveitam cada oportunidade para multar isso já não sei. Mas nunca fui multada.Para si, parto a sério tem de ser natural e com dor?Não (risos). Essa é uma questão que me toca bastante. Não sou mãe e o relógio biológico ainda não deu sinal para que isso aconteça. Confesso que me assusta o mito da dor. Mas a maternidade em si fascina-me e gerar um ser humano é a responsabilidade maior que se pode ter.O que é que o Cartaxo tem de melhor e pior?Do pouco tempo que cá estou, gosto muito clima. Gosto das manhãs de Inverno cobertas de sol. Pela negativa, talvez a pouca oferta de restauração e até de comércio. O Cartaxo já merecia um centro comercial. No S. Martinho comeu castanhas e bebeu água-pé como manda a tradição?Com certeza. Gosto das duas coisas e principalmente de “picar o cartão” e fazer valer as poucas tradições que ainda mantemos. Já sente a pressão do Natal e da compra dos presentes?Já, mas ainda não comecei a tratar desses assuntos. Sou daquelas pessoas que, se comprar alguma coisa, guardo para o último momento. Coisas simples e pouco caras, mas com simbolismo que é o mais importante. E do Ano Novo, o que é que quer mais?Desejo trabalho, tranquilidade e umas boas férias, no local e tempo que for possível.Os anos passam a voar ou é conversa de circunstância?Tenho 28 anos e sinto que o tempo passa a cada dia e a cada experiência. Até me sinto mais nova e não estou com pressa de chegar a lado nenhum.O que é que faz para manter a forma física?Não faço nada (risos) e até deveria ter uma forma física muito melhor. Não tenho sequer tempo para o fazer. Nas folgas guardo mais tempo para cuidar de mim ou ter bons momentos do que ir fazer exercício físico.Era capaz de se despir por uma boa causa?Não, nem pensar! Aliás, o que é uma boa causa? Por princípio não o faria, tenho a minha privacidade. Como reagiria perante uma declaração de amor?Ficava encantada. E já aconteceu. Acho que valorizava imenso um momento desses e agradeceria ser o centro da atenção de uma pessoa. Ficou entusiasmada com a eleição de Barack Obama?Sempre acreditei que ganhasse. Ele marca alguma diferença e havia essa necessidade inconsciente na maior parte das pessoas, essa necessidade de mudança.
Susana Carvalho

Mais Notícias

    A carregar...