uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Câmara de Coruche adia venda de lote da Zona Industrial do Couço

Edição de 26.11.2008 | Economia
A Câmara de Coruche adiou para próxima reunião do executivo a proposta de alienação de um lote da Zona Industrial do Couço a uma empresa. Em causa está o lote 26, com uma área de 1.737,05 metros quadrados, que a autarquia pretendia vender a uma empresa por 1.962,87 euros (1,13 euros por metro quadrado).Os vereadores da CDU levantaram algumas objecções à venda imediata do lote devido à utilização que a Junta do Couço sempre fez daquela área. Durante anos o poço que lá existe serviu de abastecimento de apoio à vila, além de ter um espaço para arrumações. António Soares e Isidro Catarino lembraram que a Junta do Couço já reclamou a posse desse terreno sem ter tido resposta da câmara e que existem outros lotes disponíveis na zona industrial que podem ser vendidos à empresa proponente.O vereador socialista Francisco Oliveira (PS) lembrou que foi a empresa proponente que solicitou o lote 26 pela sua boa localização e que aquela parcela apenas passou para o domínio público da câmara quando foi loteada e construída a zona industrial. “A utilização da parte do lote pela Junta do Couço foi discutida no plano plurianual de actividades de 2007, que até hoje não se concretizou por falta de interesse da junta em formalizar a aquisição do lote”, adiantou Francisco Oliveira. O executivo acordou adiar a decisão de alienar o lote para que fique esclarecida a posição entre câmara e Junta do Couço.

Mais Notícias

    A carregar...