uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Francisco Casimiro renunciou ao mandato na Câmara do Cartaxo

Edição de 18.06.2009 | Sociedade
O presidente da Câmara do Cartaxo, Paulo Caldas (PS), confirmou terça-feira que o seu vice-presidente deixa de integrar o executivo municipal a partir de 1 de Julho. Francisco Casimiro (PS) renunciou ao mandato para voltar à condição de professor, situação que Caldas já tinha revelado que iria acontecer no período de admissão de docentes para as escolas para o novo ano lectivo ou no final do mandato.Paulo Caldas elogiou as qualidades do que considerou ter sido o seu braço direito ao longo de quase oito anos, os primeiros quatro como seu chefe de gabinete e, no actual mandato, primeiro como vereador, depois como vice-presidente após a ruptura de Caldas com Pedro Ribeiro. “Como chefe de gabinete e como autarca foi uma pessoa excepcional”, acrescentou.Quanto ao facto de Francisco Casimiro sair por vontade própria do executivo a poucos meses do final do mandato, e de não ter comparecido à apresentação da recandidatura de Paulo Caldas na noite de segunda-feira, o líder camarário não atribuiu importância à situação e disse mesmo que Casimiro lhe tinha enviado um abraço antes do jantar por estar em gozo de férias. Ainda não se sabe quem será o substituto de Francisco Casimiro no executivo. Por ordem na lista socialista surgem os nomes de João Soares, Fernando Amorim e Pedro Nobre. Marco Caetano é outro dos “candidatos” ao lugar. Certo é que Caldas já garantiu que quem vier a assumir o lugar não irá ter os pelouros deixados por Francisco Casimiro, que ficam a seu cargo.As relações entre os elementos da maioria PS no executivo foram sempre alvo de rumores mas, publicamente, Caldas e Casimiro sempre se elogiaram. O MIRANTE tentou falar com Francisco Casimiro mas tal não foi possível até ao fecho desta edição.

Mais Notícias

    A carregar...