uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Juntas de freguesia reclamam reparação de caminhos danificados pelas obras na A1

Edição de 18.06.2009 | Sociedade
As juntas de freguesia de Casével, S. Vicente do Paúl e Póvoa de Santarém, no concelho de Santarém, reclamam a reparação de caminhos que ficaram danificados aquando das obras de alargamento da Auto-Estrada nº1 (Lisboa/Porto). Os três presidentes de junta, em comunicado, referem que a concessionária da auto-estrada e responsável pelas obras (Brisa) e a empresa Tecnovia, que as executou, prometeram reparar todos os caminhos, mas volvidos seis meses após a conclusão dos trabalhos, a população ainda está impedida de circular por algumas vias que ficaram “destruídas pelos camiões da empresa Tecnovia”. Os autarcas exigem a “reposição urgente desses caminhos, nas condições em que se encontravam”. E recordam que as duas empresas assumiram perante a Câmara de Santarém e as freguesias lesadas a reparação dos caminhos. Lembram também que durante os dois anos em que decorreram as obras as populações tiveram que circular por estradas alternativas, “não colocando quaisquer obstáculos por esse facto”. A Tecnovia, contactada por O MIRANTE, refere que reparou vários caminhos que foram indicados pela Brisa e que se houver mais situações a resolver que a situação deve ser acordada com a Brisa e as freguesias.

Mais Notícias

    A carregar...