uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Rodolfo Dias chegou tarde à competição mas a tempo de ser campeão nacional

O BTT fazia parte da vida do atleta há mais de dez anos
Edição de 09.07.2009 | Desporto
Nasceu na Raposa, concelho de Almeirim, há 37 anos. Até há dois anos praticou desporto de recreação, mas Rodolfo Dias acabou por dar nas vistas em provas populares de BTT. A sua vida desportiva deu uma volta de 180 graus, e desde a época de 2007/2008 passou a atleta federado, apostando sobretudo nas maratonas de BTT e as coisas não lhe têm corrido mal. Na época passada foi terceiro na sua categoria. Esta época em três provas disputadas já fez mais pontos do que em toda a época anterior.“Nasci tarde para o desporto a sério, optei pelo XXM, ou seja pelas maratonas de BTT. Foi uma opção tomada com cabeça, esta vertente exige mais resistência, mas menos técnica e é aí que me sinto mais à vontade”, diz Rodolfo Dias.O atleta participava habitualmente em provas populares, sem grande significado competitivo. “Mas há dois anos numa maratona competitiva em que participei consegui ser mais forte do que toda a concorrência. Entre os concorrentes havia alguns nomes conhecidos da modalidade e logo fui contactado para me federar e integrar uma equipa”, refere o ciclista.Na realidade andar de bicicleta aos fins-de-semana já era pouco para Rodolfo Dias, e a competição apareceu tarde, mas veio com toda a força. Integrado na equipa Bick Zone, sagrou-se logo campeão nacional colectivo e individualmente foi terceiro na sua classe veteranos A. “Que curiosamente é uma das mais competitivas do BTT, porque muitos dos atletas que andavam no ciclismo de estrada têm vindo a optar pela modalidade e vêm muito bem preparados”, refere.A boa época que fez no ano passado, motivaram-no ainda mais e para este ano está a preparar-se com mais afinco e as coisas estão a correr melhor. “Consegui alguns apoios, encontrei um preparador físico, João Mascarenhas, que me tem ajudado muito e não há dúvida que estou a correr mais e com mais força”, garante Rodolfo Dias.Na sua classe, de veteranos A, Rodolfo Dias quer fazer melhor do que o ano passado, só o primeiro lugar o satisfaria em pleno. “A época está-me a correr bem, a preparação que o João Mascarenhas delineou está a surtir em pleno, e acredito que pelo menos o pódio não me vai fugir”.A Bick Zone de Santarém é um dos seus principais apoios, e é também a representante da sua equipa no distrito, e Rodolfo Dias quer corresponder a esse apoio com vitórias. “Para já quero estar na discussão da vitória no Campeonato de Masters que corre em paralelo com o Campeonato Nacional Absoluto, quero corresponder à confiança que em mim depositaram”.Em termos de apoios as coisas não estão boas, a crise é geral. “No primeiro ano corri praticamente sem apoios. Este ano as coisas melhoraram, e isso também me ajuda a melhorar as minhas condições físicas”, garante Rodolfo Dias.“Quero continuar a ostentar o emblema de campeão nacional, para isso tenho que ajudar a equipa que me apoia. Mas também, não quero deixar mal os apoios que tenho aqui na região, para podermos ir mais além é preciso termos condições. O apoio da Jovialcar, da Microarc, da Gasolaique, da TecnoGardem, veio impulsionar o meu projecto”, referiu o atleta.Outra das situações que veio dar ânimo a Rodolfo Dias foi a sua participação na maratona das 24 horas de Coruche. “Foi excepcional pedalei durante 22 horas sem problemas físicos, fiquei em segundo lugar, e não fossem alguns problemas na bicicleta, podia ter chegado ao primeiro lugar, e estiveram em Coruche, os melhores atletas do país”.As exigências aumentaram, mas Rodolfo Dias acredita que a motivação também aumentou e quer manter a veia vitoriosa e os objectivos apontam para os primeiros lugares nas provas que vai disputar. “Quero mostrar aos meus apoiantes que estou a representá-los com dignidade. Apesar do BTT continuar a ser um hobbie, trabalho todos os dias, e mesmo assim não deixo de treinar duas ou três horas diárias”.

Mais Notícias

    A carregar...