uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Vereador da Chamusca quer maior empenho na divulgação do eco-parque do Relvão

Vereador da Chamusca quer maior empenho na divulgação do eco-parque do Relvão

O autarca da oposição acha que o projecto tem dimensão nacional

João Amaral Netto (Coligação PSD/CDS) criticou Aurelina Rufino da mesma força política por esta colocar entraves à instalação do centro de tratamento de resíduos hospitalares.

Edição de 12.08.2009 | Política
O vereador da Câmara Municipal da Chamusca, João Amaral Netto, eleito pela Coligação PSD/CDS fez críticas à forma como tem sido feita a divulgação e gestão do Eco-Parque do Relvão, uma zona destinada à instalação de empresas ligadas à reciclagem, situado na freguesia da Carregueira. “Conseguimos transformar um projecto de nível nacional num projecto de freguesia”, disse durante a reunião da Assembleia Municipal da Chamusca, a 7 de Agosto.João Amaral Netto, que começou por “criticar” as desconfianças apresentadas por Aurelina Rufino (presidente da Junta de Freguesia da Chamusca eleita pela mesma força política) em relação à suspensão do Plano Director Municipal para o espaço onde se pretende construir o Centro Integrado de Valorização e Tratamento de Resíduos Hospitalares e Industriais (CIVTRHI), avançou depois para uma reflexão em que acusou o executivo municipal de “ficar sentado à espera que as empresas lhe batam à porta”.Aurelina Rufino tinha colocado em causa o facto de se estar a assumir um facto consumado em relação ao CIVTRHI, quando havia a promessa de uma discussão alargada sobre as implicações que aquela instalação pode ter sobre a qualidade de vida das populações da zona.João Amaral Netto começou precisamente por aí. “Não podemos estar a colocar entraves a um projecto que é estruturante para o Eco-Parque. Trata-se de uma unidade industrial que vai ter a mais moderna tecnologia e que vai ser acompanhado e fiscalizado ao pormenor por entidades independentes. Não podemos entrar pelo caminho da desconfiança”, disse em defesa do projecto, que vai mesmo avançar para o local no Eco- Parque do Relvão, para onde foi aprovada a suspensão do PDM (Plano Director Municipal).O vereador confessou-se desiludido com a orientação dada ao Eco-Parque, principalmente no que diz respeito à sua abertura ao exterior. “Podia ter sido um projecto de valorização do concelho, mas falhou porque não soubemos aproveitar a projecção nacional que chegou a ter. O projecto estagnou mesmo a nível de emprego”, garantiu, culpando o executivo por isso. “Ficamos convencidos que tínhamos um grande projecto, mas não criámos ferramentas para que ele se expandisse para o exterior”, afirmou. Na resposta, o presidente da Câmara, Sérgio Carrinho (CDU) garantiu que a divulgação do eco-parque está a ser feita da melhor forma possível. “Estamos a trabalhar com vontade - e o vereador Amaral Netto também o tem feito - para resolver todos os problemas. Se algumas coisas não andam tão rápido como queríamos, isso deve-se aos problemas burocráticos que temos que ultrapassar, como aqueles que têm que ver com o PDM”. O autarca lembrou o caso de empresas que viram os seus pedidos de licenciamento recusados devido ao facto de ainda não ter sido feita a respectiva alteração do PDM.O presidente da autarquia garante que embora o Eco-Parque do Relvão não seja especificamente apresentado como um parque industrial como alguns outros são apresentados, continua em expansão. “E a Câmara Municipal da Chamusca continuará a desenvolver esforços para resolver todos os problemas que vão aparecendo”. “Continuamos a trabalhar para que as coisas avancem. Ainda agora recebemos o reconhecimento formal de uma candidatura que apresentámos ao programa EE PROVERE-03 “AMBINOV – Soluções, inovadoras em ambiente, resíduos e energias renováveis, que prevê um investimento de 147 milhões de euros, praticamente todos suportados por fundos comunitários e particulares”, anunciou Sérgio Carrinho.
Vereador da Chamusca quer maior empenho na divulgação do eco-parque do Relvão

Mais Notícias

    A carregar...