uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Festival “Bons Sons” transforma Cem Soldos numa aldeia cosmopolita

Festival “Bons Sons” transforma Cem Soldos numa aldeia cosmopolita

Encontro de música que se realiza de dois em dois anos é obra da comunidade
Edição de 11.08.2010 | Sociedade
Um festival de música tradicional portuguesa que é um hino à comunidade. É deste modo que Luís Ferreira, director artístico do evento, define o Festival “Bons Sons 2010”, que vai trazer milhares de pessoas até à aldeia de Cem Soldos, Tomar, nos dias 20, 21 e 22 de Agosto. “Um trabalho de uma aldeia em prol do bem comum e que é uma prática desta comunidade desde há várias décadas”, acentua a O MIRANTE. A organização é Sport Clube Operário de Cem Soldos (SCOCS) que em 2006 celebrou 25 anos de existência com o arranque deste festival. Com um cartaz musical todo em português, a III edição do Festival “Bons Sons” tenta conjugar nomes de músicos consagrados, como Fausto, com grupos mais emergentes do panorama musical. “Em 2006 existia algum pudor em dizer que era um festival de música portuguesa. Hoje já o dizemos sem problemas. E tentamos integrar no evento a música de um país que tenha uma forte relação cultural com Portugal” refere Luís Ferreira anunciando que o país convidado desta edição é Cabo Verde. E é precisamente o artista cabo-verdiano “Princezito” que arranca o Festival, actuando na sexta-feira, dia 20, às 21 horas. Já Fausto actua no domingo, 22, a partir das 22 horas.Diabo na Cruz, Dead Combo, B Fachada, Terrakota, Melech Mechava, são outros nomes que vão passar pelos palcos ao ar livre Lopes-Graça e Palco Giacometti – dois espaços que celebram duas personalidades importantes da música portuguesa. Além dos concertos ao ar livre, o público pode contar com algumas actuações no auditório, entre as quais, o espectáculo performativo “Madmud”,de Tânia Carvalho, uma projecção de curtas no âmbito do projecto “Curtas em flagrante” e música para bebés pela Associação Canto Firme. Já o Centro de Exposições vai acolher as obras de Vasco Mourão e de Nuno Coelho, ao passo que a igreja paroquial recebe concertos intimistas, através do projecto “Música na Igreja”.No encerramento de cada uma das noites, três DJ’s criam ambientes sonoros distintos ao som de Electro, Indie, Rock, Retro, Punk, entre outros. Para a tarde de domingo, 22, está prevista uma arruada no largo central de Cem Soldos, com grupos de música tradicional portuguesa que vão mostrar como se consegue aproximar públicos de gerações diferentes. Complementa o evento uma feira de marroquinarias e artesanato que durante os três dias espalha-se pelas ruas do centro de Cem Soldos, mostrando artigos de vários artesãos e coleccionadores nacionais. Câmara de Tomar apoia evento com 20 mil eurosFace ao crescente sucesso deste evento, a Câmara Municipal de Tomar vai apoiar a organização a terceira edição do Festival “Bons Sons” com 20 mil euros. Para a autarquia, este Festival, envolve toda a comunidade “num evento que projectou notoriamente o nome de Tomar uma vez que é já uma marca nos festivais de Verão”. O arranque oficial do Festival teve lugar a 15 de Maio, com um concerto de Rão Kyao no Cine-Teatro Paraíso. No mesmo dia foi inaugurada a exposição Bons Tons, na Casa dos Cubos, também com o apoio da autarquia.
Festival “Bons Sons” transforma Cem Soldos numa aldeia cosmopolita

Mais Notícias

    A carregar...