uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Vereadores da CDU acusam Nova Frente Juvenil de realizar “agenciamentos” de artistas do concelho

Vereadores da CDU acusam Nova Frente Juvenil de realizar “agenciamentos” de artistas do concelho

Presidente da associação garante que o assunto não corresponde à verdade

Um e-mail enviado pela Nova Frente Juvenil do Sobralinho, concelho de Vila Franca de Xira, a várias câmaras municipais do país a apresentar “preços para um grupo de artistas” levantou dúvidas aos vereadores da CDU na última reunião pública do executivo. A presidente concordou e quer ver esclarecida a situação que envolve uma associação apoiada pela câmara.

Edição de 02.02.2011 | Sociedade
Os vereadores da oposição na Câmara Municipal de Vila Franca de Xira alertaram na última reunião pública do executivo para um alegado “agenciamento de artistas” que estará a ser realizado pela associação Nova Frente Juvenil (NFJ), da vila do Sobralinho.A vereadora Ana Lídia, da CDU, exigiu saber por que motivo “uma associação com um trabalho tão meritório como a NFJ é agora “manager” de alguns artistas do concelho. “Achamos que este agenciamento foge aos objectivos do que foi originalmente alvo de protocolo com a câmara municipal”, defendeu a vereadora.Segundo Ana Lídia o e-mail enviado para várias câmaras municipais do país apresenta um pedido de contacto e “inclui uma lista de músicos e os seus preços por actuação, com ou sem PA (amplificador). Não entendo este desviar da finalidade da instituição”, acrescentou.Na resposta o vereador Fernando Paulo afirmou que a NFJ “garantiu que não faz quaisquer agendamentos”. A presidente da câmara, Maria da Luz Rosinha, não ficou convencida e concordou com a oposição, solicitando que o assunto seja agora esclarecido por escrito numa das próximas reuniões do executivo.O presidente da direcção da Nova Frente Juvenil, João Pedro Baião, garante a O MIRANTE que o assunto “não corresponde à verdade” e diz ter sido apanhado de surpresa.“Não faço ideia do que os vereadores da CDU querem dizer com o termo agenciamento, o que a NFJ tem a decorrer é o projecto Som & Silêncio, com a Paula Teixeira, que tem a sua própria agência (a JBJ). A Nova Frente Juvenil tem, tal como outras associações têm, os seus grupos de dança ou de teatro, a nossa banda, com vários elementos, mas isso é perfeitamente normal”, defendeu. João Baião considera que “já não é a primeira vez que a CDU levanta questões deste tipo sobre a NFJ” e garantiu que os vereadores comunistas conhecem o projecto “até por terem colaborado com sugestões para ele”.O projecto Som & Silêncio, promovido pela NFJ, recorde-se, tem por objectivo unir o som da música à língua gestual e destina-se às escolas do concelho e também de todo o país. Foi apresentado na Madeira e em Vila Franca de Xira, onde reuniu quase cinco centenas de crianças. O seu rosto mais conhecido é o de Paula Teixeira, cantora e intérprete de língua gestual. O projecto tem o apoio do Governo Civil de Lisboa e o Comité Nacional da UNICEF, beneficiando da colaboração dos municípios de Vila Franca de Xira, Azambuja, Loures, Odivelas, Lisboa e Mafra.
Vereadores da CDU acusam Nova Frente Juvenil de realizar “agenciamentos” de artistas do concelho

Mais Notícias

    A carregar...