uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Trânsito local na A23 sem portagem em grande parte do percurso entre Torres Novas e Abrantes

Edição de 09.03.2011 | O Mirante dos Leitores
Penso que toda a A23 não pode ser paga. Faço todos os dias 100km de Abrantes até ao nó do IP2 Portalegre e a partir de Abril terei de passar pelo Rossio ao Sul do Tejo, Pego, Concavada, Alvega e todas as aldeolas até entrar num troço de Estrada Nacional decente, em Gavião. A questão é que um trajecto de 25 minutos passará para 60 minutos, isto se não houver obras, estradas cortadas ou limitadas e filas, mas claro essas aumentarão pois a A23 estará vazia para as encher. Quanto à minha opinião de não colocar portagens em toda a A23 é a seguinte: todos os dias vejo centenas de camiões espanhóis e portugueses que ligam dois países levando e trazendo riqueza ao país e à região centro e sul, pois pelo IP2 passam muitos desses camiões em direcção ao Sul. Assim não se anda para a frente. Antes da A23 o percurso Bordéus - Vilar Formoso fazia-se em metade do tempo que demorava a fazer o trajecto de Vilar Formoso a Vila Franca de Xira.Miguel Bispo

Mais Notícias

    A carregar...