uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Produtores de Aveiras de Cima juntam-se em associação para produzir vinho exclusivo

Produtores de Aveiras de Cima juntam-se em associação para produzir vinho exclusivo

Objectivo é lançar até ao final do ano uma edição limitada de cinco mil litros

A segunda fase do projecto turístico dinamizado pelo munícipio de Azambuja “Vila Museu do Vinho”, em Aveiras de Cima, arrancou com a constituição de uma associação de produtores que vai lançar uma edição limitada de cinco mil litros de vinho. A última edição da Ávinho, festa do vinho e das adegas, teve menos adegas a participar que nos anos anteriores.

Edição de 20.04.2011 | Sociedade
Os produtores de vinho de Aveiras de Cima, concelho de Azambuja, já se constituíram formalmente em associação no início deste ano e têm personalidade jurídica. O objectivo é produzir uma edição limitada de cinco mil litros de vinho da marca “Vila Museu do Vinho”.A iniciativa prende-se com a segunda fase do projecto turístico lançado pela Câmara Municipal de Azambuja em 2010 e conta com 18 produtores da vila. A informação foi avançada pelo presidente do município, Joaquim Ramos (PS), na inauguração da última edição da Ávinho, festa do vinho e das adegas, que teve este ano menos produtores a participar que no ano anterior.“O projecto está a correr bem e agora já demos um passo significativo com a constituição dos produtores em associação. Queremos agora começar a fazer uma série de actividades que não podíamos fazer como até aqui, como termos a nossa própria marca de vinhos”, explicou a O MIRANTE.Para o autarca o balanço do projecto turístico tem sido “muito bom” graças ao apoio da população e dos produtores de vinho de Aveiras de Cima. Além da recriação de uma taberna, de um centro de interpretação, de visita a adegas e a vinhas, o projecto tem como objectivo recriar o conceito de um “museu vivo”, em que os visitantes podem interagir com espaços, materiais e conhecer o ciclo do vinho. A redução do abandono da vinha e a promoção do vinho dos pequenos e médios produtores é outro dos objectivos.Cinco mil canecas esgotadas na ÁvinhoDurante três dias foram vendidas todas as cinco mil canecas colocadas à venda na última edição da Ávinho, festa do vinho e das adegas, que se realizou em Aveiras de Cima, concelho de Azambuja, entre os dias 15 e 17 de Abril. As canecas – no valor de dois euros que, este ano, reverteram para a delegação de Aveiras de Cima da Cruz Vermelha Portuguesa – são uma das formas dos participantes poderem visitar as adegas aderentes e provar todo o vinho que conseguirem. Apesar de na edição deste ano terem estado presentes 15 adegas – menos do que o ano passado – a organização da câmara municipal e da junta de freguesia considerou o evento um “grande sucesso”. A inauguração foi feita na sexta-feira pelo executivo da câmara municipal de Azambuja e pelo governador civil de Lisboa, António Galamba.“Os homens da luta” - grupo vencedor do Festival da Canção – animaram a noite de sábado e foram responsáveis por uma das maiores enchentes de sempre da vila. No dia anterior a animação esteve a cargo do grupo local “The Foll`s”. O tradicional cortejo etnográfico mostrou à população as diferentes fases do processo de produção do vinho, num trabalho que envolveu perto de 300 pessoas dos ranchos folclóricos do concelho. Uma gincana de tractores e a apresentação de um livro da autoria de Rudolfo Tristão sobre o vinho encerrou os festejos.
Produtores de Aveiras de Cima juntam-se em associação para produzir vinho exclusivo

Mais Notícias

    A carregar...