uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Já é possível aprender Mandarim em Santarém

Já é possível aprender Mandarim em Santarém

Protocolo assinado entre a Escola Internacional de Línguas e a Escola Chinesa de Lisboa

O ensino em Santarém ficará, a partir de agora, ainda mais enriquecido. Os cursos de Mandarim terão orientação pedagógica da professora Xiaohong Chen.

Edição de 14.09.2011 | Economia
A EIL _ Escola Internacional de Línguas (situada junto à Escola Secundária Dr. Ginestal Machado) sente-se privilegiada por ter sido escolhida pela Escola Chinesa de Lisboa para levar à prática uma parceria que vai permitir o ensino do Mandarim em Santarém. A trabalhar há 15 anos no mercado de Santarém, e graças à qualidade que tem imprimido ao seu trabalho e aos investimentos que tem efectuado, a EIL _ Escola Internacional de Línguas é considerada uma referência no ensino de Excelência em Portugal, pela inovação, qualidade do corpo docente, atendimento, metodologias de vanguarda, equipamento e instalações.O protocolo agora assinado não é o primeiro. A Escola Internacional de Línguas tem assinado ao longo da sua existência, protocolos e parcerias com diversas entidades, entre as quais se destacam a Associação Empresarial - NERSANT, o Instituto Politécnico de Santarém, o Centro de Formação da Lezíria do Tejo, A Escola Internacional de Protocolo e Diplomacia (Bruxelas) e o Grupo Auchan (Jumbo). Com o dinamismo do mercado chinês e a sua abertura á globalização, cada vez mais se torna necessária a aprendizagem do Mandarim, língua oficial da República Popular da China. Mensagem da Directora do curso de Mandarim, Xiaohong Chen“Em média, após o sexto ano de aprendizagem do mandarim o aluno possui todos os elementos para ler um jornal. É de mencionar que o mandarim tem mais de 5000 caracteres e que um jornal chinês em média tem 2000 caracteres.A Escola Chinesa de Lisboa é actualmente a maior e a mais antiga escola em Portugal destinada a aprendizagem da língua chinesa. Tem como principal objectivo dar a conhecer aos filhos dos compatriotas a sua língua materna e a sua cultura de origem e constituí ao mesmo tempo um ambiente de interacção entre os alunos onde podem partilhar o conhecimento. Nos últimos anos a Escola Chinesa de Lisboa tem também criado programas tais como “Aprender chinês a brincar” e “Conhecer a China” orientadas para aqueles que não são de descendência chinesa. Estes programas destinam-se a crianças e adultos e baseia-se principalmente no dever em partilhar a nossa língua e cultura com a sociedade. Desde a abertura em Maio de 2000, a escola passou dos 14 alunos e 2 professores para albergar actualmente mais de 500 alunos divididos em 25 turmas, empregando 23 professores. O recrutamento dos professores exige que estes sejam fluentes na língua chinesa, tenham concluído o ensino superior ou possuam experiência a leccionar a alunos de origem chinesa e ainda que demonstrem generosidade, carinho, afecto, solidariedade e que tenham em consideração o bem-estar do aluno.Dos actuais 23 professores 2 possuem doutoramento, 5 concluíram o mestrado, 12 são licenciados, 2 educadores de infância e 1 professor do 1º ciclo.A decisão de fazer parceria com a EIL - Escola Internacional de Línguas deve-se em primeiro lugar ao interesse pela língua e cultura chinesa demonstrada por parte da directora da EIL, Eduarda Reis. A visão de agregar tantas línguas numa só escola demonstra a presença de multiculturalismo, cada vez mais importante perante o fenómeno de globalização, e também empenho em transmitir aos alunos formas de ultrapassar as barreiras de comunicação e abraçar outras culturas para além da sua. Em segundo lugar deve-se ao sucesso da Escola Internacional de Línguas. O facto de uma escola de tanta dimensão poder reunir mais de 400 alunos revela grande capacidade de progresso. A Escola Chinesa de Lisboa sente-se muito empenhada em constituir e consolidar esta parceria com a EIL, tendo assim possibilidade de partilhar o conhecimento com a sociedade, divulgando a cultura e Língua da China.” Mais e melhor ensinoO curso de inglês para os jovens da Escola Internacional de Línguas foi remodelado para que os seus alunos possam obter todos os diplomas da Universidade de Cambridge antes da conclusão do ensino secundário. Segundo a directora da EIL, Eduarda Reis, “A maior satisfação de toda esta equipa, também ela de excelência, é o facto de os resultados obtidos pelos seus alunos nos exames da Universidade de Cambridge serem magníficos. A cerimónia de entrega dos Diplomas de Mérito é um momento alto quer para a equipa da EIL, quer para os alunos que fazem parte do Quadro de Honra e seus familiares e amigos. Outro motivo de grande satisfação é o aumento constante do número de alunos, situação que reflecte o bom trabalho que a EIL tem desenvolvido ao longo de todos estes anos e de que muito se orgulha”.
Já é possível aprender Mandarim em Santarém

Mais Notícias

    A carregar...