uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Clube Taurino Vilafranquense homenageia Victor Mendes pelos 30 anos de alternativa

Clube Taurino Vilafranquense homenageia Victor Mendes pelos 30 anos de alternativa

Matador de toiros inaugurou um painel de azulejos evocativo da ocasião
Edição de 14.09.2011 | Sociedade
Um painel de azulejos de tom azul com o rosto triunfador de Victor Mendes, foi colocado à frente do Clube Taurino Vilafranquense, em Vila Franca de Xira. A obra de arte assinala os 30 anos de alternativa daquele que é um dos maiores matadores de toiros portugueses e foi inaugurada na terça-feira à tarde pelo próprio toureiro.A homenagem do Clube Taurino Vilafranquense ao matador de toiros decorreu no mesmo dia em que Victor Mendes tirava a alternativa, no ano de 1981, em Barcelona (Espanha). “É uma honra e um privilégio homenagear um homem que encerra na sua vida uma história de esforço, dedicação, luta e entrega permanente à vida de matador de toiros. Se o toureio é como respirar, deixe-nos respirar consigo”, afirmou Nuno Bico, presidente da assembleia-geral do clube. O painel de azulejos está situado ao lado da porta de entrada da sede do clube taurino, em Vila Franca de Xira, cidade para onde o toureiro foi morar aos quatro anos de idade. “Agradeço a todos por esta amabilidade, espero continuar a ser um elo de ligação entre o passado e o futuro desta difícil profissão”, disse Victor Mendes, que considerou também ser “de grande responsabilidade” o cargo que hoje exerce na escola de toureio José Falcão, a formar os jovens matadores de amanhã.Natural de Marinhais, concelho de Salvaterra de Magos, Victor Mendes actuou nas melhores praças do mundo e já toureou em mais de mil corridas. Foi colhido por toiros e fintou a morte. Sempre preferiu os charutos e sombreros (chapéus) atirados para a arena ao invés das flores. Numa entrevista a O MIRANTE em 2010, ano em que foi distinguido com o prémio personalidade do ano na área da tauromaquia pela redacção do jornal, o matador confessou querer passar menos tempo na arena para se refugiar no salão de baile. Aprender a dançar é um dos projectos de futuro do toureiro. O outro é acabar o curso de direito.
Clube Taurino Vilafranquense homenageia Victor Mendes pelos 30 anos de alternativa

Mais Notícias

    A carregar...