uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Tagusgás lança primeira pedra de um dos edifícios mais inovadores do país

Tagusgás lança primeira pedra de um dos edifícios mais inovadores do país

Sede social da empresa distribuidora de gás será no Parque de Negócios do Cartaxo, lado a lado com a auto-estrada A1.

Edição de 07.11.2012 | Sociedade
Se tudo correr como previsto, dentro de 9 meses a Tagusgás _ Empresa de Gás do Vale do Tejo inaugurará a sua nova sede social e centro operacional no Parque de Negócios do Cartaxo. O lançamento da primeira pedra de um projecto arrojado do ponto de vista da arquitectura, da eficiência energética e da qualidade ambiental teve lugar na manhã de quinta-feira, 1 de Novembro. José Eduardo Carvalho, presidente do conselho de administração da Tagusgás, e Paulo Varanda, presidente da Câmara do Cartaxo, descerraram a placa que marca o caminho a percorrer na afirmação da empresa, que será a primeira a funcionar naquela área de localização empresarial onde ainda decorre a infraestruturação referente à primeira fase do projecto. Localizada ao lado da auto-estrada A1, em cima do nó de acesso do Cartaxo, a nova sede social da Tagusgás pretende marcar pela diferença num momento económico adverso. “Achámos que este era o momento para montar este investimento porque acreditamos que o pais tem um rumo e a economia precisa de ser dinamizada. Apostámos no Cartaxo porque tem a terceira área de localização empresarial credenciada pelo Ministério da Economia, pelas competências de licenciamento que tem, pela excelente qualidade urbanística, incentivos fiscais e acessibilidades que tornam este parque extremamente competitivo”, sublinhou José Eduardo Carvalho.Perante autarcas do concelho do Cartaxo e empresários locais e da região, Paulo Varanda destacou a importância de um projecto de base regional como o parque de negócios que a Tagusgás vem reforçar com a sua instalação. “O município do Cartaxo está orgulhoso de ter uma empresa como a Tagusgás pela mais valia que representa, até para alavancar outro tipo de visões para o nosso concelho dentro do Valleypark”, sublinhou o autarca.Primeiro edifício com certificação Breeam em PortugalO edifício sede da Tagusgás terá um piso e 74 metros de frente, para 1430 metros quadrados de área de construção. Será o primeiro edifício em Portugal construído de acordo com os padrões de certificação Breeam, os mais exigentes a nível internacional, com origem em Inglaterra.Para dar alguns exemplos, e a par das habituais normas de eficiência energética, acústica e de aproveitamento de água, prevê-se que se tenham em conta aspectos como a sustentabilidade do projecto em fase de obra e a sua gestão no pós-obra, os materiais utilizados na construção, o uso do solo e até as espécies de árvores utilizadas como barreira acústica da auto-estrada. O projecto prevê ainda a climatização do edifício através de gás natural ou até a disponibilidade de balneário que permite que os colaboradores que se desloquem de bicicleta possam tomar banho no local de trabalho, como exemplificaram Isabel Santos e Bruno Pereira, das empresas EcoChoice e Miguel Saraiva Associados, respectivamente. Com o edifício a funcionar esperam-se grandes poupanças nos consumos de água e de energia eléctrica.Operador em Santarém e PortalegreA decisão da Tagusgás de construir a sua sede social no Cartaxo não implica alterações nos centros operacionais do Entroncamento e Portalegre, que se irão manter em funcionamento. A empresa manterá ainda as lojas que tem em Abrantes, Fátima, Santarém, Torres Novas e Portalegre. Operando nos distritos de Santarém e Portalegre, a Tagusgás apresenta um volume de negócios de cerca de 24 milhões de euros e resultados líquidos de 4,5 milhões. Investiu desde a sua criação 98 milhões de euros e construiu 771 quilómetros de rede primária e secundária de gás. Em 2012 deve transportar 111 milhões de metros cúbicos de gás natural para alimentar 32 mil postos de entrega.Valleypark à espera de mais negóciosDurante a cerimónia de lançamento da primeira pedra da Tagusgás, José Eduardo Carvalho, ex-presidente da Nersant, entidade que integra a sociedade que gere o Parque de Negócios do Cartaxo, revelou que além da Tagusgás também a Tepsol já adquiriu quatro lotes. “Neste momento há 16 propostas, uma das quais do Cartaxo, em negociação e daqui a quatro meses é concluída a primeira fase de infraestruturação do parque de negócios, estando para lançamento o concurso para uma segunda fase, porque a conjuntura também não permite acelerar o processo”, refere o também presidente da Associação Industrial Portuguesa, acreditando que a visibilidade das infraestruturas e das construções irá pelo menos suscitar o interesse de potenciais investidores.
Tagusgás lança primeira pedra de um dos edifícios mais inovadores do país

Mais Notícias

    A carregar...