uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

CDS-PP do Entroncamento apresentou candidatos à Assembleia e Juntas de Freguesia

Mário Ferreira que encabeça lista à Assembleia Municipal já integrou aquele órgão autárquico
Edição de 10.04.2013 | Política
Depois de ter anunciado Paulo Bica como cabeça de lista à Câmara do Entroncamento, seguido de António Evaristo e Débora Fernandes, o CDS-PP apresentou na noite de sexta-feira, os cabeças de lista aos restantes órgãos autárquicos. Mário Ferreira é o primeiro da lista de candidatos à Assembleia Municipal. Rui Figueiras candidata-se a presidente da Junta de Freguesia de Nossa Senhora de Fátima e Teresa Botas é a candidata à Junta de Freguesia de São João Batista. A apresentação dos candidatos decorreu num restaurante do Entroncamento durante um jantar em que estiveram cerca de centena e meia de pessoas, entre as quais o Secretário Geral do partido, António Carlos Monteiro. O cabeça de lista à câmara prometeu, se for eleito, instituir a figura do referendo local para que seja a população a decidir o que quer para o concelho e nunca colocar o seu nome em nenhuma placa de inauguração de qualquer obra. No seu discurso, Paulo Bica, acusou a actual gestão de maioria PSD de falta de sensibilidade, por ter transformado o “centro cultural em dois cafés e um restaurante, nos quais ninguém pega” e de vigarice e traição por não ter dito à população que a construção do parque de estacionamento subterrâneo implicava a taxação de todos do estacionamento à superfície, “no coração da cidade”. Referiu-se ainda há inexistência de promoção do Museu Nacional Ferroviário e de não ter tido capacidade para conseguir resolver a falta de segurança na estação de caminho-de-ferro.Paulo Bica anunciou que a sua ideia para o Entroncamento seja o concelho da região com melhores condições para a fixação de pessoas e empresas assente em 3 eixos fundamentais. A criação de emprego, através da atracção de investimentos, apostando na coesão social do concelho, através de políticas de apoio aos mais desprotegidos e valorização da família e criando uma dinâmica cultural, que seja atractiva.

Mais Notícias

    A carregar...