uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Luís Albuquerque é o candidato da coligação PSD/CDS à Câmara de Ourém

Luís Albuquerque é o candidato da coligação PSD/CDS à Câmara de Ourém

Esta é a primeira vez que os dois partidos se unem no concelho. A intenção é derrubar a maioria socialista nas próximas eleições autárquicas.

Edição de 10.04.2013 | Política
O vereador do PSD na Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, é o candidato da coligação PSD/CDS-PP à presidência do município nas eleições autárquicas que se realizam este ano. Depois de terem perdido a autarquia há quatro anos ao serem destronados (depois de mais de 30 anos no poder) pelo Partido Socialista, os social-democratas decidiram avançar, pela primeira vez, para uma coligação. O anúncio foi feito ao final da tarde de sexta-feira, 5 de Abril, quando os líderes de ambos os partidos no concelho (Luís Albuquerque e Nuno Prazeres) assinaram um protocolo de cooperação no Centro de Negócios de Ourém.Luís Albuquerque, 46 anos, é Técnico Oficial de Contas. Durante o discurso de apresentação da sua candidatura, intitulada “Ourém Sempre”, garantiu que o concelho de Ourém estará sempre à frente de todos e quaisquer interesses, privados ou de grupo. O candidato sublinhou que o apoio do CDS-PP ao projecto dá-lhe “mais força, representatividade e coesão”. O vereador da oposição aproveitou a cerimónia para criticar o mandato do socialista Paulo Fonseca. “Os oureenses foram enganados. O mandato socialista não foi capaz de avançar na promoção, defesa e desenvolvimento da nossa terra. Foram abandonadas as juntas de freguesia, as associações e os cidadãos. O executivo socialista desperdiçou dinheiro público, aumentou os compromissos financeiros do município em mais de 15 milhões de euros. Aumentou ainda gastos com recursos humanos, ao serviço das clientelas, em mais de três milhões de euros”, afirmou.Albuquerque acusou ainda o executivo socialista de maltratar instituições concelhias e deu como exemplo as “lamentáveis” afirmações do advogado contratado pela câmara que “desrespeitou” os responsáveis do Santuário de Fátima, considerando-as “vergonhosas”. Uma situação tornada pública por O MIRANTE (ver edição 14.Março.2013). Para além da captação de investimento e de políticas para fixar pessoas num concelho “cada vez mais desertificado”, o social-democrata destacou a sua aposta nas freguesias e num reforço de fundos e de competências. “O factor de proximidade para com as pessoas não pode ser negligenciado”, reforçou.Luís Albuquerque não poupa nas críticas e afirma que Ourém perdeu seriedade e autenticidade. E acrescenta que os oureenses merecem ser governados por pessoas sérias, idóneas e responsáveis, com provas dadas nas suas vidas profissionais e pessoais. “Os oureenses merecem ver retomado o seu orgulho, com verdade e honestidade. Já percebemos que os carreiristas políticos não são o caminho para o desenvolvimento do nosso concelho”, concluiu.
Luís Albuquerque é o candidato da coligação PSD/CDS à Câmara de Ourém

Mais Notícias

    A carregar...