uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Sociedade de Reabilitação Urbana de Fátima com saldo positivo

Presidente do conselho de administração foi à reunião do executivo da Câmara de Ourém esclarecer oposição
Edição de 10.04.2013 | Sociedade
A SRU (Sociedade de Reabilitação Urbana) Fátima teve em 2011 e 2012, pela primeira vez desde que foi criada em 2007, as suas contas com resultados positivos. O relatório de contas de 2011 teve um saldo positivo de 49 mil euros e em 2012 o valor situa-se nos 18 mil euros. A informação foi avançada pelo presidente do conselho de administração da SRU Fátima, Luís Mangas, que esteve presente na última reunião camarária de Ourém, realizada na terça-feira, 2 de Abril, depois dos vereadores da oposição terem pedido alguns esclarecimentos sobre o funcionamento da empresa municipal.Luís Mangas considera que o saldo positivo foi possível graças à eficácia e boa gestão dos seus recursos. Além disso, os gastos anuais baixaram. “O gasto médio mensal por activo humano diminuiu e por isso foi possível ter em 2012 o melhor desempenho de sempre neste indicador”, refere. No último ano houve um aumento de 75 mil euros nos serviços externos porque a SRU Fátima passou a pagar despesas de água, luz e gás no estádio municipal (cerca de sete mil euros) e pagou cerca de 23 mil euros a título de compensação da posição contratual à OurémViva [os parquímetros em Fátima e o estádio municipal passaram para a gestão da SRU Fátima e a empresa municipal ressarciu a OurémViva pelo investimento feito nesses dois equipamentos]. A dívida corrente a fornecedores baixou cerca de 11 por cento. “Em 2009, ano de transição de mandato, o valor da dívida corrente a fornecedores era muito maior”, afirma Luís Mangas.Segundo o administrador, a SRU Fátima continua a acompanhar a execução do Sistema Integrado de Mobilidade da Cova da Iria e está a finalizar o processo de reconversão da área de Aljustrel. Luís Mangas refere, no entanto, que este projecto está “um pouco mais atrasado” do que o previsto. Outros dos seus objectivos é manter a loja de Reabilitação Urbana Activa e utilizar a Brigada de Intervenção Urbana de modo a manter o espaço público limpo. “Esta é uma fotografia dos números. O nosso filme diário é manter os planos e projectos que nos confiaram. Estamos empenhadíssimos na Área de Reconversão Urbana de Fátima”, sublinhou.Respondendo à questão dos vereadores do PSD sobre o aumento do número de funcionários de 18 para 27, Luís Mangas explicou que, em Setembro de 2011, a empresa municipal passou a ter também a gestão dos parcómetros e do estádio municipal da cidade. Daí terem estabelecido vínculo laboral com nove pessoas, sendo que três desses funcionários já tinham vinculo laboral com a OurémViva.O vereador com o pelouro de Fátima, Nazareno do Carmo (PS), explicou que cada vez se realizam mais eventos no estádio municipal e por isso não saíram funcionários. Nazareno do Carmo respondeu à crítica do vereador da oposição, Luís Albuquerque (PSD), sobre o facto de estarem duas pessoas afectas ao mesmo serviço no estádio municipal. Nazareno fez questão de elogiar o trabalho do presidente do conselho de administração que tomou posse em Janeiro de 2010.

Mais Notícias

    A carregar...