uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Mandato ainda não chegou a meio mas as autárquicas já mexem em Azambuja

Mandato ainda não chegou a meio mas as autárquicas já mexem em Azambuja

Actual presidente da Câmara de Azambuja, Luís de Sousa (PS), não se mostra incomodado com a possibilidade do líder da assembleia municipal e seu camarada de partido querer ser candidato à liderança da autarquia.

Edição de 22.07.2015 | Sociedade
O presidente da Câmara Municipal de Azambuja, o socialista Luís de Sousa, não se mostra incomodado com a possibilidade revelada a O MIRANTE por António de Matos, presidente da Assembleia Municipal de Azambuja, eleito pelo PS, de poder vir a ser candidato à liderança da autarquia. A dois anos das eleições autárquicas, a declaração de António Matos, que se diz “um alvo a abater” por parte da oposição, que diz “estar muito assustada” com a possibilidade de ser candidato à câmara nas próximas eleições, peca por extemporânea na visão de Luís de Sousa. “Ainda falta mais de um ano de mandato e não é altura própria para estar a definir quem é candidato. Ainda falta muito tempo, não sabemos o dia de amanhã. Não me incomoda minimamente esta posição dele. O que digo é que se tudo continuar a correr bem como até aqui e tiver saúde, pode ser que tenha algum incentivo para continuar, mas ainda falta muito tempo”, adiantou ao nosso jornal Luís de Sousa.Aliás, o presidente da câmara considera que está a desempenhar a missão com qualidade e, por isso, não coloca de lado uma nova candidatura, mas é algo que ainda não decidiu. “Eu ainda não me pronunciei sobre se sou ou não candidato. A partir do momento em que eu diga que não, é natural que apareçam várias pessoas a querer candidatar-se. Nunca o ouvi dizer a mim que queria ser candidato. Até me disse que por questões profissionais não tem tempo. Peço é que as pessoas que andam a falar nisso - não é só ele, mas também outros camaradas do partido - tenham calma. Pode ser um sonho que ele tenha, eu também tinha como último passo a dar na política, que termina aqui para mim”, concluiu.
Mandato ainda não chegou a meio mas as autárquicas já mexem em Azambuja

Mais Notícias

    A carregar...