uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Parou para prestar ajuda e acabou assaltado

Parou para prestar ajuda e acabou assaltado

Empresário de Fazenda das Figueiras, Coruche, vítima de armadilha na estrada

Edição de 01.09.2016 | Sociedade

Um empresário e agricultor residente em Fazenda das Figueiras, no concelho de Coruche, foi assaltado na noite de 23 de Agosto por três homens numa estrada na Várzea Fresca, em Salvaterra de Magos. António Manuel Cardoso, de 53 anos, parou o carro para auxiliar um condutor que tinha ficado sem combustível no seu veículo quando foi abordado por dois homens, um deles encapuçado e com uma arma branca. “Fui surpreendido por dois indivíduos. Abruptamente chegaram-se ao pé do carro, agarraram em mim e meteram-me um capuz na cabeça”, recorda António que foi imobilizado com um cinto e acabou com ferimentos no braço esquerdo devido a ameaças com a faca.
A vítima foi forçada a entregar o dinheiro que tinha consigo, cerca de 70 euros, e revelou o código de alguns cartões multibanco. Durante três horas foi vigiado e ameaçado por dois suspeitos, enquanto um outro cúmplice dirigiu-se a uma caixa multibanco para levantar dinheiro. “Perguntaram-me sobre um determinado cartão que eu nunca tinha utilizado, disseram que me iam avivar a memória e aí fiquei mesmo assustado”, disse a O MIRANTE o homem que é pais de duas filhas e avô de duas netas. Quando os suspeitos o deixaram, a pessoa que lhe pedira auxílio já lá não estava.
Apesar de não ter sido alvo de qualquer agressão, António sofre de problemas cardíacos e indica que com este episódio sente-se mais debilitado.
Após o assalto, os suspeitos colocaram-se em fuga enquanto António foi apresentar queixa na GNR (Guarda Nacional Republicana). No entanto, dada a natureza do crime, a Polícia Judiciária é quem está a investigar o caso.
Apesar de não ter muito dinheiro nas contas de multibanco, António apenas cancelou os cartões bancários na manhã seguinte. Nessa altura já os suspeitos tinham feito compras e levantado cerca de 300 euros.

Parou para prestar ajuda e acabou assaltado

Mais Notícias

    A carregar...