uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Refugiados acolhidos em Alcanena vão para a Alemanha

Família síria chegou a 25 de Janeiro e desde o início que não mostrou vontade em permanecer em Portugal.

Edição de 09.02.2017 | Sociedade

A família síria que foi acolhida no dia 25 de Janeiro em Alcanena vai transferir-se para a Alemanha. Esta sempre foi a intenção da família de refugiados, composta por seis elementos (um casal e quatro menores), desde que chegou a Portugal, como afirmou a presidente da Câmara Municipal de Alcanena na reunião de câmara de 6 de Fevereiro.
Na ordem de trabalhos dessa reunião camarária constavam dois pontos para aprovar documentos referentes ao processo de acolhimento desses refugiados sírios, nomeadamente: a minuta de protocolo com o SEF - Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e o Memorando de Acolhimento e Integração entre o Município de Alcanena e a família acolhida, bem como o enquadramento de despesas com o acolhimento de refugiados nas Grandes Opções do Plano da autarquia.
No entanto esses pontos foram retirados pela presidente Fernanda Asseiceira (PS), que deu conta da vontade da família em sair de Portugal. O SEF, segundo a autarca, está a diligenciar para que a família seja deslocada para a Alemanha nos próximos tempos.
A família de Aleppo chegou a Alcanena ao abrigo do Protocolo de Colaboração com a PAR - Plataforma de Apoio aos Refugiados. Os seis elementos apenas falam árabe e são oriundos do contexto urbano da Síria, sendo dois adultos com 36 e 34 anos, três filhas, com 12, 9 e 7 anos, e um filho com três anos.
Os refugiados foram recebidos no aeroporto de Lisboa pela presidente da Câmara de Alcanena e seguiram para o Bairro Timor Lorosae, em Alcanena, onde ficaram instalados num apartamento. A família acolhida contou com várias doações, de particulares e empresas, tendo ainda à disposição a professora Manuela Henriques que manifestou interesse em ensinar português e de Badia Amerraye, natural de Marrocos, que os ajudaria na comunicação.

Mais Notícias

    A carregar...