uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Escola de Marianos em condições um dia depois de ter aberto em estado degradante

Escola de Marianos em condições um dia depois de ter aberto em estado degradante

Espaço tinha lixo e as salas nem sequer tinham mesas e cadeiras o que motivou o protesto dos pais

Edição de 26.09.2018 | Sociedade

A escola de Marianos, concelho de Almeirim, já está a funcionar desde terça-feira, depois de a câmara ter reparado todas as deficiências que impediram os alunos de iniciarem as aulas na segunda-feira, como estava previsto. A situação de desleixo foi resolvida após o protesto dos pais e da deslocação ao local presidente da autarquia, Pedro Ribeiro, uma vez que a vereadora da Educação, Maria Emília Moreira, não conseguiu dar uma solução para o problema.
Maria Emília Moreira esteve mais preocupada em expulsar os jornalistas da escola, para tentar impedir os jornalistas de verem o estado em que se encontravam as instalações. Mas O MIRANTE teve acesso a imagens do interior da escola, recolhidas por pais dos alunos, que mostravam lixo pelo chão, salas sem mesas nem cadeiras, tectos estragados e tampas de esgoto do recreio partidas. Pedro Ribeiro, mais de seis horas depois do acontecimento, foi para a sua página pessoal do Facebook dizer que estava tudo em condições e punha em causa a data das imagens do maus estado da escola. No entanto também não permitiu que os jornalistas vissem o espaço.
Entre as intervenções feitas pela autarquia durante a tarde foi colocado uma vedação junto à igreja e retirado o cabo de aço de suporte de um poste, que punha em causa a segurança das crianças. Foi também cimentada uma zona de entrada na escola, reparada as tampas das caixas de esgotos do recreio, retirado o tronco de uma árvore antiga, colocadas lâmpadas na entrada do alpendre e cortinas nas salas. O refeitório e a cozinha, que estavam cheias de caixas e sacos de lixo, foram limpos e arrumados.
A Escola de Marianos estava desactivada desde há um ano e abriu na segunda-feira, 17 de Setembro, para receber os alunos de Paço dos Negros, uma vez que a escola da localidade entrou em obras. Alguns pais, perante o estado em que se encontrava o estabelecimento de ensino, duvidaram que a promessa do presidente da câmara, de ter tudo pronto na terça-feira, fosse exequível.
Um dos pais, Bruno Xavier, destacou na altura que a escola estava uma vergonha. Pedro Ribeiro explica que o atraso nas intervenções ocorreu depois de ter sido necessário mudar parte do telhado, algo que não estava inicialmente previsto. A par disso, conta, “soubemos na passada semana havia um tecto falso numa sala que continha fibrocimento. Algo que ninguém sabia nos cerca de 40 anos que a escola ali funcionou”.

Escola de Marianos em condições um dia depois de ter aberto em estado degradante

Mais Notícias

    A carregar...