uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Complexo Aquático de Santarém com Verão incerto e perda de receitas à vista
Complexo aquático de Santarém é muito procurado durante o Verão

Complexo Aquático de Santarém com Verão incerto e perda de receitas à vista

Piscinas descobertas são muito procuradas mas este ano ainda não se sabe se, e quando, poderão funcionar. Esse negócio representa 40% dos proveitos da empresa municipal Viver Santarém e a previsível perda de rendimentos preocupa autarcas.

Edição de 11.05.2020 | Sociedade

O presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, manifestou a sua preocupação com os efeitos que a pandemia de Covid-19 vai ter no funcionamento e nas receitas do complexo aquático municipal, nomeadamente durante o próximo Verão. De Junho a Setembro as piscinas descobertas são muito procuradas e esse negócio representa 40% das receitas da empresa municipal Viver Santarém, que gere o espaço situado no Jardim de Cima, na periferia da cidade.
“Essa é uma situação preocupante do ponto de vista financeiro para a Viver Santarém e também para a Câmara de Santarém que, por lei, tem que cobrir os prejuízos da empresa municipal”, referiu Ricardo Gonçalves na reunião de câmara de 20 de Abril. Refira-se que a receita total da Viver Santarém em 2019 foi de cerca de dois milhões e 485 mil euros. O exercício de 2019 teve um saldo positivo de 3.683 euros, reflectindo equilíbrio nas contas, como destacou o autarca.
Ricardo Gonçalves acredita que o complexo aquático poderá vir a funcionar durante o próximo Verão, mas em moldes mais restritos e seguramente sem a afluência que habitualmente tinha. Antecipando já a previsível quebra de receitas, e dado que a actividade normal da empresa tem estado suspensa, a Viver Santarém recorreu ao lay-off simplificado para alguns dos funcionários, que para já vai vigorar durante um mês, embora se possa estender até aos três meses.

Candidatura para parque de campismo e caravanismo
Durante a apreciação do ponto relativo ao relatório e contas da Viver Santarém, o presidente do conselho de administração da empresa, João Leite, informou que já foi apresentada uma candidatura a fundos europeus para criação de um espaço junto ao complexo aquático dedicado ao campismo, caravanismo e bungalows. A candidatura encontra-se em análise nos organismos competentes.

Complexo Aquático de Santarém com Verão incerto e perda de receitas à vista

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido