uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Municípios da região investem milhares  no combate à Covid-19
foto DR No concelho de Abrantes a realização de testes a profissionais de lares, casas de acolhimento, forças de segurança e bombeiros começou a 24 de Abril

Municípios da região investem milhares  no combate à Covid-19

Comunidades intermunicipais da Lezíria e do Médio Tejo estão a adquirir testes para cobrir todos os lares de idosos da região e grupos de risco. Além disso, têm fornecido equipamentos de protecção individual e produtos desinfectantes.

Edição de 11.05.2020 | Sociedade

A Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT) assinou um contrato com a Faculdade de Farmácia para o fornecimento de 2.000 testes que visam assegurar a despistagem de casos da Covid-19 em todos os lares da sua área de abrangência. Em comunicado, a CIMLT afirma que o contrato com a Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, no valor de 142.000 euros, soma-se ao fundo de 270 mil euros criado inicialmente por esta comunidade para o combate à pandemia do novo coronavírus.
Os 13 municípios da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) também vão avançar para a realização de dois mil testes à Covid-19 junto dos profissionais dos lares, bombeiros e forças de segurança da região, “embora algumas instituições já tenham procedido à realização dos testes” ao novo coronavírus.
Os primeiros dois mil testes contratados representam um investimento na ordem dos 150 mil euros. Dando conta de estarem “unidos no combate a esta epidemia”, os autarcas e a CIMT afirmam que vão avançar com os testes em parceria com o Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo e o Centro Hospitalar do Médio Tejo. A realização dos testes na Lezíria e no Médio Tejo começou na sexta-feira, 24 de Abril.

Máscaras, ventiladores e equipamentos de protecção individual
Na Lezíria do Tejo a aquisição de 2.000 testes PCR tem em conta a vulnerabilidade da população mais idosa. O secretário-executivo da CIMLT, António Torres, diz que a gestão deste ‘stock’ será feita pelas entidades da área da saúde (Agrupamentos de Centros de Saúde), que passam a dispor deste reforço para alargarem a despistagem de infecções pela Covid-19 a todos os lares da região.
A CIMLT está a fazer um “rigoroso levantamento dos equipamentos sociais da região (lares, centros de dia, centros de actividades ocupacionais, unidades de cuidados continuados e serviços de apoio domiciliário)”, visando “dotar todas as entidades de meios e equipamentos necessários ao combate da propagação da doença, designadamente dotar os utentes e funcionários de equipamentos de protecção individual, luvas, máscaras, gel”.
Além dos testes a CIMLT adquiriu já máscaras FFP 2, máscaras cirúrgicas, fatos de protecção individual e nove ventiladores para entregar aos hospitais de referência na Lezíria do Tejo, designadamente o Hospital Distrital de Santarém (que já recebeu dois) e o Hospital Vila Franca de Xira (que irá receber em breve dois).
No Médio Tejo, os 13 municípios vão distribuir pela população da região máscaras reutilizáveis. A distribuição, em data a anunciar, vai ser acompanhada de uma campanha pedagógica para o uso correcto deste tipo de máscaras, anunciou a CIMT.

Municípios da região investem milhares  no combate à Covid-19

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido