uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Cláudia Martinho Cláudio

Cláudia Martinho Cláudio

Farmacêutica, Santarém

Edição de 01.07.2020 | Agora Falo Eu

É capaz de cantar um fado do princípio ao fim?

Sim, canto alguns, como por exemplo “Uma Casa Portuguesa” da Amália. A minha avó cantarolava e a minha irmã “fadista” canta-o imensas vezes! Em minha casa adoramos todos os géneros de música e é algo que esteve sempre muito presente nas nossas vidas!

Lê as notícias em jornais em papel ou prefere a Internet?

Não posso deixar de admitir a acessibilidade incrível da Internet, mas na verdade dá-me imenso prazer folhear um jornal, senti-lo, cheirá-lo!

Quem gostaria de ser se não fosse quem é?

Nunca pensei muito nisso. Acho que sou uma pessoa resolvida nesse aspecto, convivo bem com a minha identidade. Tenho um bom suporte familiar, são os melhores, por isso mesmo não me consigo imaginar na pele de outra pessoa.

O que é que lhe provoca um sono irresistível?

Sou uma pessoa que gosta de se deitar cedo e levantar cedo. Acho que o cansaço acumulado é a única coisa que me pode causar um sono irresistível! Isso e quando estive grávida. Nessa altura tinha imenso sono.

Alguma vez pensou escrever um livro? Se escrevesse um escrevia sobre que assunto?

Não, nunca pensei, mas tendo em conta a minha veia romântica seria uma romance. Gosto de finais felizes!

Sabe andar de bicicleta? E de mota?

Sei andar de bicicleta e de mota! A bicicleta veio de criança, aprendi com o meu avô e mota aprendi com as amigas nos tempos de secundária.

Todas as tradições devem ser defendidas ou há algumas que mais vale esquecê-las?

Todas as tradições devem ser defendidas, podendo algumas delas ser adaptadas aos tempos de hoje, sem alterar o seu conteúdo essencial.

Tenta aproveitar as promoções dos supermercados ou não liga e compra o que precisa?

Não corro atrás de promoções. Compro o que preciso quando preciso, se as minhas economias me permitirem. Não tenho tempo nem paciência para andar a correr atrás de promoções, tempo para mim também é dinheiro, mas respeito quem o faça.

Costuma ir votar? O voto devia ser obrigatório?

Vou sempre votar e acho que votar devia ser obrigatório, para depois podermos reivindicar alguns direitos enquanto cidadãos.

Fecha a água enquanto escova os dentes ou enquanto se ensaboa no banho?

Enquanto escovo os dentes sim. No banho, confesso que gosto de sentir a água quentinha a correr.

Quando tem uma dor de cabeça toma imediatamente um comprimido ou espera que ela passe?

Tomo de imediato um comprimido, se tiver oportunidade para tal, para que a dor de cabeça não evolua para enxaqueca, uma situação terrível de suportar. Só quem tem é que sabe.

Alguma vez deu sangue?

Por incrível que pareça nunca dei sangue. Ainda estou a tempo!

Ir comprar roupa ou sapatos dá-lhe prazer? E gosta de fazer essas compras sozinha ou acompanhada?

Gosto de fazer compras com a minha irmã, mãe ou amigas. Saliente-se o facto que se tiver de optar por um convívio em família ou amigos deixo as compras para outro dia.

A Justiça é mesmo igual para todos?

Julgo que sim, quero acreditar que sim! Temos todos direitos iguais!

Quando está a almoçar ou a jantar com a família ou amigos e há alguém que passa o tempo a consultar o telemóvel, isso incomoda-a?

Sim, claro. Os momentos em família ou com amigos têm de ser vividos para poderem ser relembrados! No entanto, não sou radical, talvez porque na família existem muitos elementos que, por questões profissionais, necessitam de estar contactáveis e/ou dar apoio à sua própria família.

Já fez alguma viagem de férias a um país estrangeiro? Qual foi? Qual vai ser a próxima?

Tenho a sorte de já ter tido a hipótese de conhecer alguns países. A última viagem foi a França, à cidade de Nice, já há algum tempo. Neste momento não tenho nada em mente tendo em conta a situação actual, na qual a segurança e a saúde são a minha prioridade. Um desejo muito adiado é apresentar a Disneylândia aos mais novos.

Quantos canais de televisão recebe em casa?

Não faço a mínima ideia do número de canais! São imensos! Vejo muito pouca televisão… Os miúdos vêem os canais infantis e escolar! Contudo procuro estar atenta à informação do país através dos telejornais.

Cláudia Martinho Cláudio

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido