uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
População pede lombas para travar excesso de velocidade em Casais Romeiros
Filipe Afonso é um dos habitantes preocupado com o excesso de velocidade que se pratica naquele troço

População pede lombas para travar excesso de velocidade em Casais Romeiros

Presidente da Câmara de Alcanena diz que cabe à Infraestruturas de Portugal avaliar a situação na Estrada Nacional 361.

Edição de 02.11.2020 | Sociedade

O troço da Estrada Nacional (EN) 361 que atravessa Casais Romeiros, aldeia do concelho de Alcanena, representa um perigo para crianças e idosos. A estrada está em boas condições o que leva os automobilistas a pisar no acelerador. Muitos quase nem se apercebem que se trata de uma estrada que atravessa uma aldeia, onde existem alguns estabelecimentos comerciais, passadeiras perante as quais não param e ainda paragens de autocarros. Os habitantes pedem que sejam colocadas lombas neste troço para dissuadir o excesso de velocidade.
O MIRANTE contactou a presidente de Câmara de Alcanena, Fernanda Asseiceira (PS), que referiu apenas que esta é uma situação que compete à Infraestruturas de Portugal (IP) e que é essa entidade que tem que avaliar o caso.
O MIRANTE esteve no local e verificou que, apesar do limite máximo de velocidade ser de 50 quilómetros por hora os automobilistas estão longe de o cumprir. Além deste factor, existe ainda o facto de a sinalização vertical que indica a existência de passadeiras estar localizada mesmo em cima das passagens para peões.
“Quem não conhece a estrada só se apercebe das passadeiras quando está mesmo em cima delas, o que é um perigo. As pessoas que vêm apanhar o autocarro na paragem por vezes estão à espera para passar a passadeira uma eternidade porque os carros não param mesmo vendo as pessoas”, refere Filipe Afonso, um habitante de Casais Romeiros.
A população diz ainda que é raro haver fiscalizações de velocidade por parte da Guarda Nacional Republicana (GNR). E teme que só quando acontecer uma tragédia se vai ver que é preciso fazer alguma coisa.

População pede lombas para travar excesso de velocidade em Casais Romeiros

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido