uma parceria com o Jornal Expresso
27/07/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

O MIRANTE no Facebook

Edição de 06.07.2017 | O MIRANTE no Facebook

Américo Thomaz: o descendente de ribatejanos que tinha vergonha das suas origens humildes Coisas que aparecem quando a democracia anda pela rua da amargura em Portugal. Nem vale a pena classificar a classe política após o Salazarismo pois basta ver os noticiários dos últimos 45 anos. Alvaro Silva Relógio da Câmara de Benavente perturba sono de hóspedes de hotel Sei bem o que isso é! Não se consegue dormir e não são só os turistas. Tive casa numa aldeia em que acontecia o mesmo e muitas noites sem dormir. Só fala mal quem não sabe! Nem todas as pessoas são iguais. Devia ser proibido durante a noite. Helena Silva Martins

Coitadinhos, então o hotel havia de dar algodão para os ouvidos. Eu gosto quando vou à minha terra e estar deitada e ouvir o relógio da igreja a tocar.

Emily Capitao Se fosse o relógio da Igreja já tinha sido silenciado. Luís Miguel Bonifácio Conheço inúmeras igrejas cujo relógio foi silenciado! E realmente, nos tempos actuais não se justifica de 15 em 15 minutos estar a levar com o “carrilhão”! Tenho em casa um relógio de parede e sei bem o quanto custa ele tocar de 30 em 30 minutos. Joaquim Melo Ribeiro No Santuário de Fátima o sino deixa de «bater as horas» entre as 22h00 e as 07h00 Joao Mateus Quem apareceu por último? Se foi o hotel...habituem-se. Guilherme Ferreira Vão dormir para o monte, quem está mal que se mude. Jose Antonio Martins Alves Descentralização de competências ameaça futuro da tauromaquia Eu acho que à parte das largadas, do cortejo com os campinos, forcados ou até mesmo o toureiro com as precisas alterações até se podem manter. Agora estar a espetar ferros no touro é estar a criar sofrimento desnecessário ao animal. Acho que se podem manter as tradições mas com as devidas e necessárias alterações. Guilherme Ferreira Nunca ouvi nem sábios nem cientistas defensores dos animais os Verdes, Bloco de Esquerda, o Pan e as pessoas a eles ligados comentarem. Como será com os toiros caso haja um fim das touradas? Termina a espécie? Essas pessoas vão comprar o Alentejo a Estremadura ou Ribatejo para que a espécie não se extinga ou como sempre é tudo para findar? Herminio Ramusga É apenas uma questão de tempo. Pode ser um ano, podem ser 10 ou 20, mas é inevitável o fim. Ontem já era tarde. Pedro Fernandes Infraestruturas de Portugal investe 700 mil€ em estradas do distrito de Santarém Onde ???? Não vi nada, a estrada nacional 314 está uma lástima, sinais falta e com pouca visibilidade. Bermas não há, marcações não há, enfim... Nuno Oliveira E a 365 entre Vale de Figueira e Pombalinho.....onde é uma das que mais sofre com a agricultura e cheias.....nada Rui Alexandre

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...