uma parceria com o Jornal Expresso
24/07/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Câmara compra edifício da Caixa Agrícola na Carregueira e garante multibanco
Destino do edifício ainda está por decidir. Município da Chamusca pensou em instalar ali a Universidade Sénior da freguesia, mas o presidente da junta preferia criar no espaço uma incubadora de empresas.
Edição de 12.07.2017 | Sociedade

A Câmara da Chamusca adquiriu o prédio onde funcionou o balcão da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo da Chamusca na freguesia da Carregueira, que acabou por encerrar em Dezembro de 2016, depois de muita contestação na aldeia e ameaças de providências cautelares por parte da junta, que não concordou com essa decisão. No entanto, passado mais de meio ano nada aconteceu e os ânimos acalmaram. O município assinou ainda um protocolo de colaboração que garante a manutenção da caixa multibanco nesse edifício, cedendo o espaço para o efeito à instituição bancária.
Com este protocolo a câmara garante a continuidade da caixa multibanco, mas tem de “proceder às obras de adaptação do espaço cedido à instituição bancária para a instalação da caixa multibanco”, lê-se no protocolo a que O MIRANTE teve acesso.
O município está ainda impedido de “contratar com alguma outra instituição de crédito a instalação de equipamentos ATM (caixas multibanco) na área social da freguesia”. A câmara vai ser responsável pela instalação e manutenção dos sistemas de alarme de intrusão e videovigilância, responsabilizando-se pela guarda das imagens do local e pelo pagamento do contrato de manutenção. O protocolo tem a vigência de um ano renovando-se automaticamente por iguais e sucessivos períodos se não for denunciado por nenhuma das partes.

Universidade sénior ou incubadora de empresas?
Ainda por decidir está o destino a dar ao edifício onde funcionou o balcão da Caixa Agrícola. Em Março deste ano, antes da aquisição do prédio, o presidente da Câmara da Chamusca, Paulo Queimado (PS), dizia que aquele espaço iria muito provavelmente servir para instalar a Universidade Sénior da Carregueira, cujas instalações “estavam a rebentar pelas costuras”, mas
O MIRANTE falou com o presidente da Junta de Freguesia da Carregueira, Joel Marques (PS), que tem em mente um projecto “mais arrojado” para aquele espaço.
“É uma incubadora de empresas mas em contexto de aldeia”, explica o presidente da Junta da Carregueira, Joel Marques. “Este será um projecto pioneiro numa freguesia rural e que, se tiver sucesso, poderá ser replicado por outras freguesias com as mesmas características”.
“A freguesia da Carregueira pretende potenciar o ecossistema empreendedor existente tornando-o atractivo para a instalação de startups, atraindo desta forma investidores que permitirão a revitalização e renovação do tecido empresarial”, afirma Joel Marques, que para isso conta com a parceria do Município da Chamusca, mais propriamente do Gabinete de Apoio ao Empreendedor, do Gabinete de Apoio às Empresas e do Gabinete de Inserção Profissional.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...
    Capas
    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido