uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Praga de pulgas em Vaqueiros incomoda moradores

Praga de pulgas em Vaqueiros incomoda moradores

Moradores já se queixaram à junta de freguesia e à Câmara de Santarém, reclamando soluções.

Edição de 12.07.2017 | Sociedade

Uma praga de pulgas está a incomodar o quotidiano dos moradores da Rua do Alviela, na aldeia de Vaqueiros, no concelho de Santarém. “É um caso de saúde pública”, refere Alexandre Figueiredo, um morador que já reportou o caso à Junta de Freguesia de Casével e Vaqueiros e à Câmara de Santarém. Disseram-lhe para enviar um email para a junta, para que o veterinário municipal possa actuar, mas até agora nada aconteceu.
Carlos Marcelino, proprietário de um café situado nessa zona reforça que o problema é real mas não consegue perceber onde está o foco da infestação. Ramiro Cintrão frequenta o café diariamente e diz que as pulgas não querem nada com ele, mas as outras pessoas queixam-se da praga.
Os queixosos sublinham o desinteresse da junta em resolver qualquer problema em Vaqueiros. Firmino Oliveira, antigo presidente da Junta de Vaqueiros, disse a O MIRANTE que está tudo “esvaziado” em Vaqueiros, até o saneamento básico onde se investiu meio milhão de euros está sem manutenção, por isso não se espanta que este problema com as pulgas seja ignorado.
O presidente da Junta de Casével e Vaqueiros, Carlos Trigo, garantiu a
O MIRANTE que a situação estava “nas mãos” da Câmara de Santarém e adiantou que Vaqueiros não está esquecida, assegurando que durante esta semana estará uma máquina de cortar erva a trabalhar na aldeia, situação que ainda não aconteceu por o equipamento estar avariado.
O presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, disse estar a par do problema com as pulgas e garantiu que estão reunidas todas as condições para o veterinário municipal se dirigir ao local, averiguar o problema e resolver.
Os munícipes de Vaqueiros colocaram a hipótese de resolverem eles próprios o problema das pulgas com recurso a químicos mas a lei não permite que particulares actuem na via pública.
A jornalista de O MIRANTE que esteve em reportagem na Rua do Alviela pôde comprovar que o problema é sério uma vez que foi vítima da praga.

Praga de pulgas em Vaqueiros incomoda moradores

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido