uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Museu do Neo-Realismo recebe espólios novos e homenageia Arquimedes da Silva Santos
O aniversário do museu juntou o presidente Alberto Mesquita, a deputada Maria da Luz Rosinha, o director do museu, António Pedro Pita, e o escritor Arquimedes da Silva Santos.

Museu do Neo-Realismo recebe espólios novos e homenageia Arquimedes da Silva Santos

Na cerimónia em que se celebrou o 10º aniversário do museu foi ainda apresentada uma nova edição de um livro do autor que ajudou ao nascimento daquele espaço cultural.

Edição de 25.10.2017 | Sociedade

Celebrou-se o Neo-Realismo, movimento artístico por excelência no concelho de Vila Franca de Xira, e as suas grandes figuras na cerimónia de sexta-feira, 20 de Outubro, no auditório do Museu do Neo-Realismo, que comemora o 10º aniversário. De presente recebeu a doação dos espólios de Alexandre Cabral, da biblioteca particular de Manuel Mendes e do legado de Carlos Braga, que vêm juntar-se às múltiplas colecções que já constituem o acervo do museu, e homenageou uma das grandes figuras do movimento, Arquimedes da Silva Santos.
António Pedro Pita, director do Museu, reflectiu que o tempo passado desde a inauguração das actuais instalações foi “tempo suficiente para se reunir um riquíssimo acervo literário, artístico e documental cuja consulta e análise intensiva tem contribuído para transformar o conhecimento do Neo-Realismo e enriquecer o próprio conhecimento da História Contemporânea”. Simultaneamente, dez anos também foram pouco tempo, é preciso mais para “reforçar a presença nacional e internacional deste museu que nasceu em Vila Franca de Xira e aqui é tão acarinhado e no entanto tem uma inequívoca vocação nacional”.
O museu partilhou o protagonismo do aniversário com Arquimedes da Silva Santos, poeta, escritor e uma das grandes figuras do Neo-Realismo que já tinha tido uma exposição bibliográfica em seu nome nesse espaço no ano em que se inaugurou o edifício actual, 2007. Desta vez, o autor não só recebeu uma homenagem da Câmara de Vila Franca de Xira como ainda viu apresentada a nova edição do seu livro “Plinto”, agora editado pela Editora Althum com o apoio da Câmara de Vila Franca de Xira e o Museu do Neo-Realismo.
“Humanista de dimensão maior, Arquimedes da Silva Santos foi uma das figuras mais importantes do projecto de institucionalização definitiva deste museu, tendo contribuído em todas as suas etapas fundamentais”, justificou Alberto Mesquita, que entregou em mãos ao artista as lembranças que a câmara e o museu entregaram no final da cerimónia.

Museu do Neo-Realismo recebe espólios novos e homenageia Arquimedes da Silva Santos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...