uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Moradores do centro de Alverca fartos do estacionamento abusivo
QUEIXAS. Andar a pé no centro de Alverca está rapidamente a tornar-se um pesadelo por causa dos carros foto O MIRANTE

Moradores do centro de Alverca fartos do estacionamento abusivo

Excesso de viaturas prejudica não apenas a mobilidade como o estado dos passeios. Habitantes pedem mais fiscalização policial.

Edição de 11.01.2018 | Sociedade

Vários moradores do centro da cidade de Alverca do Ribatejo estão fartos do estacionamento abusivo de viaturas em cima dos passeios e pedem uma mão mais pesada das autoridades policiais para acabar com o problema.
O caos de estacionamento é mais evidente nos dias de semana nas ruas Joaquim Sabino Faria, Manuel Maria Vieira, José Ferreira Tarré e rua Catarina Eufémia, mas há outros locais da cidade onde o estacionamento estrangula também não apenas os passeios como a própria circulação do trânsito rodoviário.
Mário Almeida vive na Rua Joaquim Sabino Faria e sempre que a mãe – que tem 82 anos – sai à rua o coração acelera-lhe. “Já sei que ela não vai conseguir andar pelo passeio com o carrinho porque não cabe em alguns locais, entre os carros e o passeio não sobra muito espaço. E no meio da estrada é perigoso. Isto está caótico e é porque a polícia não multa ninguém”, critica a O MIRANTE.
O estacionamento nestas artérias não acontece por falta de alternativas, já que há um parque com quase meio milhar de lugares junto ao estádio do Futebol Clube de Alverca. O problema, lamenta o presidente da junta, Carlos Gonçalves (CDU), é que ninguém quer andar a pé e deixar o carro longe do destino.
“Não se pode levar o carro para a porta de casa. Há estacionamento em Alverca, o que falta é civismo e respeito pelos outros. Termos uma cidade cheia de pinos e pilaretes não resolverá o problema, só uma atitude mais cívica”, afirma a O MIRANTE. Carlos Gonçalves também concorda que a polícia deve ter uma actuação fiscalizadora “mais efectiva” para demover os condutores de estacionar em cima dos passeios.
Para tentar minimizar os problemas a Junta de Alverca está a preparar, este ano, o lançamento de uma campanha de rua voltada para a cidadania. “Há muito a fazer nesse capítulo. Ainda vivemos perante uma manifesta falta de cidadania e daí a campanha que estamos a preparar, seja no estacionamento abusivo ou, por exemplo, na deposição dos lixos, em que muitas vezes as ilhas ecológicas estão vazias e o exterior está cheio de lixo”, afirmou Carlos Gonçalves na última assembleia de freguesia, realizada em A-dos-Potes.
O autarca respondia ao eleito Pedro Alves, da Coligação Mais, liderada pelo PSD, que alertava precisamente para outro problema de estacionamento abusivo, desta feita na Avenida 5 de Outubro.

Moradores do centro de Alverca fartos do estacionamento abusivo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...