uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Prisão preventiva para procurado por disparar contra GNR de Almeirim
PRISÃO. Momento em que a GNR levava detido para o tribunal foto O MIRANTE

Prisão preventiva para procurado por disparar contra GNR de Almeirim

Suspeito detido numa zona perto de casa ano e meio após andar escondido

Edição de 11.01.2018 | Sociedade

Ao fim de ano e meio à procura do suspeito que disparou contra uma patrulha da GNR de Almeirim, a Guarda deteve o homem num local perto da zona onde reside, em Paço dos Negros. Presente a tribunal foi-lhe aplicada a medida de coacção de prisão preventiva. O suspeito, de 54 anos, indiciado de tráfico de droga, estava num carro na zona da Calha do Grou quando a GNR o detectou. O comando territorial de Santarém da Guarda refere que quando os militares o tentavam deter, cumprindo assim um mandado judicial, este fugiu no carro, “tentando atropelar dois militares e acabando por abalroar a viatura da GNR”.
Segundo a GNR, foi feita uma revista à viatura do suspeito, logo após a sua detenção, tendo sido encontrada uma arma de fogo de calibre 7,65mm, que se “encontrava municiada e carregada”. Na viatura estavam também 18 munições do mesmo calibre, três armas brancas, 146 doses de heroína, 49 doses de cocaína e 34 doses de crack, além de material usado para preparação da droga, como um moinho eléctrico e uma balança digital.
Presume-se que o homem andasse escondido nas zonas de mato de Fazendas de Almeirim, na sua viatura, desde que tinha fugido à primeira tentativa de detenção em 29 de Julho do ano passado. Na altura o suspeito encontrava-se num café desta freguesia do concelho de Almeirim, quando a GNR deslocou-se ao local para detê-lo por suspeita de tráfico de droga. Ao aperceber-se da intenção dos militares para o deterem, o homem disparou contra a patrulha e fugiu para dentro de uns arrozais.
Aquando da primeira fuga, a Guarda mobilizou dezenas de militares que bateram todos os terrenos da zona da Raposa à procura do fugitivo, mas sem sucesso. O homem está agora a aguardar julgamento, indiciado de tráfico de droga e de tentativa de homicídio de um militar da GNR. O suspeito foi detido no domingo, 7 de Janeiro, e presente a primeiro interrogatório no Tribunal de Almeirim na segunda-feira, que decorreu até meio da tarde, altura em que o juiz ordenou que este seguisse para o estabelecimento prisional.

Prisão preventiva para procurado por disparar contra GNR de Almeirim

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...