uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Autoridades investigam morte em fábrica de adubos do Forte da Casa
Rui Miranda

Autoridades investigam morte em fábrica de adubos do Forte da Casa

Edição de 08.02.2018 | Sociedade

Rui Miranda de 40 anos, residente nas Bragadas, Póvoa de Santa Iria morreu por volta da meia noite do dia 2 de Fevereiro, trucidado numa das máquinas de produção da fábrica da ADP Fertilizantes, no Forte da Casa, concelho de Vila Franca de Xira.
Fonte policial explica a O MIRANTE que o alerta para as autoridades só foi dado horas depois do acidente e na sequência da mudança de turno na fábrica, quando os colegas estranharam a ausência do trabalhador. Quando os Bombeiros da Póvoa de Santa Iria chegaram à fábrica já nada havia a fazer para salvar o trabalhador. O caso está nas mãos da Polícia Judiciária que está a conduzir as investigações.
A empresa já veio lamentar “o trágico acidente” com o seu trabalhador, prestando “sentidas condolências à família e amigos”. Segundo a empresa, o acidente aconteceu “durante o processo de produção de adubo”, em circunstâncias “que serão apuradas pelo inquérito interno que está a ser levado a cabo”. A ADP explica ainda que a produção está “suspensa” enquanto decorrem as investigações. A fábrica da ADP, recorde-se, é também uma das fábricas arguidas no mediático processo legionella, surto que infectou mais de 400 pessoas e tirou a vida a outras 12 do concelho de Vila Franca de Xira.

Autoridades investigam morte em fábrica de adubos do Forte da Casa

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...