uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Criatividade e realismo são factores essenciais na criação de um negócio
Como ultrapassar entraves às ideias de negócio foi um dos temas discutidos foto DR

Criatividade e realismo são factores essenciais na criação de um negócio

Tagusvalley apresentou dois programas de apoio a ideias na área do Turismo

Edição de 03.08.2018 | Economia

Gonçalo Gomes do Turismo do Centro alertou os participantes na iniciativa “Tourism Speed Up” para alguns entraves que podem surgir desde que alguém tem uma ideia de negócio na área de turismo até a sua implementação e explicou como alguns sistemas específicos de incentivo podem ajudar os promotores.
“Existem sempre sistemas de incentivo disponíveis e nós estamos sempre disponíveis para ajudar e apoiar quem procura mais informação e quer avançar com alguma ideia de negocio”, explicou.
A “Tourism Speed Up” decorreu na tarde de 27 de Julho, Sexta-feira, no jardim dos plátanos do Parque Tecnológico do Vale do Tejo, em Abrantes e destinou-se a apresentar dois programas de aceleração na área do Turismo.
“Quando estamos a pensar num projecto temos que ter consciência das dificuldades”, salientou Pedro Saraiva, director executivo do Tagusvalley, para sublinhar a importância da iniciativa.
Um dos programas apresentado, o NEWTON - Newt Tourism Opportunities & Network, é promovido pela RIERC – Rede de Incubadoras de Empresas da Região Centro e apoiado pelo Turismo de Portugal. Foi concebido para apoiar projectos de empreendedorismo na área do Turismo.
O Tourism Explorers, outros dos programas apresentados, é um programa nacional de ideação e aceleração, que tem como principal objectivo potenciar o desenvolvimento da inovação e do empreendedorismo em Portugal, através do apoio à criação de novas empresas com produtos e serviços inovadores focados no sector do turismo.
Isabel Marto, da incubadora D. Dinis, após uma breve apresentação do NEWTON, referiu que o principal desafio é procurar pontos inovadores, para tornar um projecto mais forte e inovador. “Os investidores procuram projectos que sejam viáveis e estes programas permitem decidir se vale ou não a pena validar a ideia de negócio”, pormenorizou, lembrando que as inscrição decorrem até dia 15 de Setembro em http://www.rierc.pt/news/5.
“Há ou não espaço para o nosso negócio no mercado?” Questionou André Faria da Fabrica de Startups, apôs apresentação do programa Tourism Explorers.
“Sem clientes é que não há”, afirmou incentivando a inscreverem-se no programa “uma boa ideia, pode deixar de ser uma boa ideia para ser um óptimo projecto e no Tourism Explorers nós ajudamos a fazer essa transacção”. As candidaturas podem ser feitas em: https://www.tourismexplorers.pt/.
O professor coordenador Luís Mota Figueira do L-Tour, Laboratório de Turismo do Instituto Politécnico de Tomar, que também participou na iniciativa referiu alguns aspectos essenciais à concretização de negócios. “A cumplicidade, qualidade, criatividade, conhecimento e experiencia são importantíssimos”, disse, salientando também a importância de se ter sempre a noção da realidade.

Criatividade e realismo são factores essenciais na criação de um negócio

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...