Agora Falo Eu | 07-02-2024 21:00

Joana I. Gomes Policarpo

Joana I. Gomes Policarpo
Joana I. Gomes Policarpo. fotoDR

União de Freguesias de Parreira e Chouto, Coordenadora da Academia Sénior de Parreira e Chouto

A instalação de câmaras de vídeo é uma boa maneira de combater a criminalidade?
Embora as câmaras de vigilância possam pôr em causa a nossa privacidade, em alguma situações também ajudam no combate à criminalidade.
Tem alguma preocupação especial com o ambiente?
Em casa faço separação do lixo para reciclagem. Tenho o cuidado de desligar sempre as luzes quando não são precisas, mas não tenho essa atenção com o uso do carro e na poupança da água ainda ando a tentar ganhar hábitos mais moderados na hora da lavagem da loiça, por exemplo.
Era capaz de matar uma galinha um coelho ou outro animal para cozinhar?
Se alguém fizer esse trabalho por mim é melhor. Mas se me ensinarem e em caso de necessidade penso que conseguia. Onde vivo sempre foi uma coisa normal com que lidamos.
E era capaz de se tornar vegetariana?
Acho que era capaz de me tornar vegetariana. Já faço uma alimentação muito à base de vegetais e redução da carne mas por questões de melhorar a minha saúde.
Quando se confronta com uma pessoa ignorante o que é que lhe apetece fazer?
A ignorância é combatida através do ensinamento. Gosto que entendam o meu ponto de vista. Se não entenderem acabo por desistir, certamente.
Vale a pena ir votar?
Sim. Quando somos chamados a dar a nossa opinião devemos fazê-lo.
Ainda há dinheiro para ir a um bom restaurante?
Trabalho todos os dias não só para pagar as despesas mensais mas também para poder ter alguns momentos de lazer e eu gosto muito de um ir ao restaurante.
Lembra-se da última vez que viu um filme numa sala de cinema?
E lembra-se qual foi?
Não me lembro, não vou ao cinema há anos.
Já foi ver algum concerto ou espectáculo a uma sala da região?
Sim, já assisti a espectáculos no Cine-Teatro da Chamusca.
Tem algum segredo guardado há muitos anos que lhe tenham pedido para guardar?
Se me pediram para guardar está guardado.
O que é que lhe provoca um sono irresistível?
Não durmo muito, não há nada que me faça ter esse sono desmedido.
Quantos cafés bebe por dia? E porque os bebe?
Neste momento não bebo café.
Costuma arrepender-se? Qual é o seu maior arrependimento?
Sim, faz parte do dia-a-dia optar por uma coisa e não por outra e depois questionar a decisão, vejo como uma coisa normal.
Tem algum sonho que se repita regularmente?
Sonho muito, por isso sim às vezes acontece.
Alguma vez pensou fazer uma operação plástica?
Não.
Se os padres pudessem casar a Igreja Católica beneficiava com isso?
O não casar é uma regra como outra qualquer, quem aceita é porque convive bem com essa realidade e, sendo assim, se respeitar aquilo a que se propôs, está tudo ok.
Para andar de bicicleta nas ruas e estradas devia ser obrigatório algum exame?
Respeito e atenção entre todos talvez bastasse. De qualquer forma acho que aprender a andar na estrada é muito importante e com certas regras a mudarem todos devíamos fazer uma actualização daquilo que sabemos.
Se estiverem duas pessoas do mesmo sexo a namorar num local público perto de si, isso incomoda-a?
Não me incomoda.
Qual é o acontecimento mais importante para si na sua região?
O Festival do Cogumelo da Parreira – no primeiro fim-de-semana de Março e a Feira de S. Pedro e do Chocalho no Chouto – no último fim-de-semana de Junho, são os mais importantes para mim. Para além de ter o privilégio de fazer parte da organização, são os eventos onde as nossas tradições e o nosso património cultural se mostram da forma mais bonita. Onde as famílias e a população se reúnem, onde festejam e onde as nossas tradições são relembradas. Convido todos a virem conhecer, serão certamente muito bem recebidos.
Qual o problema que já devia ter sido resolvido há muito tempo na zona onde mora?
A falta de médicos de família nos centros de saúde é realmente um problema que atinge muito a nossa população, maioritariamente envelhecida, a família, os vizinhos. No entanto, também sei que os esforços são feitos no sentido que tudo melhore e se resolva e assim tenho esperança que o futuro seja melhor nesse sentido. A capacidade de chamar e fixar jovens para a nossa terra também é um problema que a pouco e pouco se tenta combater.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo