Covid-19 | 10-04-2020 12:41

Empresas oferecem ventilador ao Hospital Distrital de Santarém

Equipamento custa 21 mil euros e será pago em partes iguais por quatro empresas que operam na zona de Alcanede.

Quatro empresas que operam na freguesia de Alcanede uniram-se para oferecer um ventilador ao Hospital Distrital de Santarém. A ideia partiu da empresa Mocapor-Pedramoca, que desafiou as suas congéneres Fravizel, Grupo Frazão e Grupo José Rodrigues a unirem-se nessa iniciativa solidária, contribuindo com este equipamento que pode ajudar a salvar vidas e mitigar os efeitos da pandemia de coronavírus.

O ventilador já tinha sido encomendado pela administração do Hospital de Santarém e está devidamente certificado e homologado para poder entrar em funcionamento assim que seja entregue, o que se espera para breve. O equipamento custa 21 mil euros e será pago em partes iguais pelas quatro empresas.

“Apesar da altura de incerteza que a generalidade das empresas enfrentam, com quebras na procura e consequente redução de vendas, barreiras logísticas, nomeadamente para exportação (atente-se por exemplo que os estivadores dos portos de Lisboa continuam em greve numa altura em que o país mais precisa de ajuda), de abastecimento, etc, não podíamos deixar de responder positivamente a este desafio, exortando a que outras empresas sigam o nosso exemplo, sozinhas ou em conjunto”, refere José Luís, presidente do conselho de administração da Mocapor-Pedramoca, citado em comunicado.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo