Cultura | 08-01-2023 15:00

Pedras da calçada inspiram primeiro livro de Rui Antunes

Pedras da calçada inspiram primeiro livro de Rui Antunes
Rui Antunes escreveu 13 histórias felizes sobre todos os tipos de amor

Biblioteca Municipal de Azambuja fechou o ano com a apresentação do livro de um autor da terra.

Foi em frente a uma plateia curiosa e entusiasta, com amigos e familiares, que Rui Antunes, 33 anos, apresentou o seu primeiro livro, na Biblioteca Municipal de Azambuja, vila de onde é natural. O nome do livro - “A mulher que deixava corações na calçada” - vem da falta de três pedras numa calçada que levaram o autor a parar, admirar, fotografar e apreciar o facto de que “uma falha na calçada estava a ser mais do que isso, estava a ser um pouco de arte, estava a ser um coração”.
Ligado à comunicação publicitária de uma empresa inglesa, Rui Antunes procurou inspirar-se na sua vivência, experiência, em histórias que ouvia e em personagens que desejasse que existissem para criar 13 contos que constituem o livro e em que cada um deles é dividido por uma foto de corações na calçada, fotografados um pouco por todo o país. Nele podem encontrar-se histórias de amor de todos os tipos, desde amor puro entre uma mãe e um filho, um amor inocente entre duas crianças, o amor duradouro de dois idosos e um amor entre duas mulheres. “O amor é isso mesmo, amor. É isso que quis mostrar neste livro. O amor tem várias formas” explicou. A obra de 300 páginas demorou dois anos a concluir. “Para mim, amor é ter a minha família e os meus amigos presentes. É sentir o apoio deles, a sua ajuda. Encheram a biblioteca para me apoiar e ouvir e isso deixa-me de coração cheio”, confessou a O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo