Cultura | 01-07-2023 19:50

Ruas ornamentadas anunciam Festa dos Tabuleiros em Tomar

Ruas ornamentadas anunciam Festa dos Tabuleiros em Tomar

Festa dos Tabuleiros teve início este sábado, de 1 de Julho. A maior festa do concelho prossegue até dia 10. Não vai faltar animação, cortejos e música para todos os gostos.

Começa este sábado, 1 de Julho, mais uma edição da Festa dos Tabuleiros que se realiza de quatro em quatro anos e espera receber mais de 800 mil pessoas. Na Rua Dr. Joaquim Jacinto, mais conhecida como Rua da Sinagoga, fazem-se os últimos ornamentos para a decoração da artéria cujo tema é a Mata dos Sete Montes. É um orgulho para os voluntários a rua ser apreciada por centenas de milhares de visitantes. O tema desta rua é sempre ligado a uma personalidade ou a um património de Tomar porque “amamos a nossa cidade”, confessa a organizadora da rua, Leonor Ferreira. Na Rua Dr. Joaquim Jacinto vão recriar o portão da mata, o jardim francês, o jardim formal, alguns monumentos da mata e a mata selvagem tendo sido utilizadas centenas de resmas de papel.

Os preparativos começaram em Outubro, sobretudo desde a Páscoa, com um grupo de voluntários que trabalham todas as noites e fins-de-semana para preparar a rua para a maior festa da cidade. “Estamos completamente esgotados, mas vale a pena”, afirma a organizadora da rua, acrescentando que prescindem de férias, fins-de-semana e de tempo com a família, sendo a Rua da sinagoga a mais comprida do centro histórico de Tomar. Dado o comprimento da rua e ter dois cruzamentos, a rua era dividida em três partes em que apenas uma era enfeitada antigamente. Quando Leonor Ferreira veio viver para a rua da Sinagoga, há cerca de 20 anos, e a sua parte não era enfeitada, descontente, juntou algumas pessoas e começou a decorar a sua parte.

Há três edições decidiu desafiar os moradores e desde então decoram toda a rua. "É uma loucura porque é a rua mais comprida e não há assim tantos moradores”, sublinha. Este foi o ano em que menos moradores contribuíram, mas muitas pessoas de fora vieram ajudar como amigos, vizinhos de amigos e moradores de outras partes da cidade.

Leonor Ferreira está ligada à Festa dos Tabuleiros há cerca de 25 anos, tendo já levado o tabuleiro uma vez no Grande Cortejo há algumas edições atrás. “Esta festa significa uma grande emoção, coração e entrega total”, refere a organizadora da rua. Na família de Leonor a festa começa com a tradição do almoço de família na passagem da saída das coroas, ao domingo, e com as colchas à janela. As suas três filhas também já participaram em edições anteriores, no Cortejo dos Rapazes, a levar a cesta ou o tabuleiro consoante a idade.

* Reportagem completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo