Cultura | 18-07-2023 18:00

A menina com raízes em Monsanto que veio da América para vencer o The Voice Kids

A menina com raízes em Monsanto que veio da América para vencer o The Voice Kids
Júlia Machado, de 12 anos, e com raízes em Monsanto, concelho de Alcanena, venceu o programa de talentos português The Voice Kids

Júlia Machado nasceu nos Estados Unidos da América (EUA) mas tem uma grande ligação a Monsanto, concelho de Alcanena, onde vivem os seus avós e primos e de onde os pais partiram há 22 anos à procura de uma vida melhor.

Aos 12 anos é a primeira luso-descendente a ganhar o prémio de talentos musicais em Portugal. Vai representar Portugal, em Novembro, na Eurovisão Júnior, em França. Gravar um single foi outro dos presentes por ter ganho o concurso. Sonha com uma carreira musical mas, sobretudo, quer ser feliz.

Júlia Machado começou a cantar aos seis anos. Insistiu tanto com os pais que eles colocaram-na numa escola de música e canto e o primeiro espectáculo com público foi na apresentação do final de ano lectivo. Depois da pandemia inscreveu-se para um casting de um espectáculo da Pequena Sereia nos Estados Unidos da América (EUA), onde nasceu e vive. Acabou por ser seleccionada. Foi quando terminou outro espectáculo, onde fez a principal voz feminina do Rei Leão, que soube que tinha sido aceite para participar nos castings do programa da RTP The Voice Kids em Portugal. “Fiquei sem palavras, só chorei de felicidade quando a minha mãe me contou”, recorda a O MIRANTE em casa dos avós maternos, em Monsanto, local de onde a sua família é originária. Os pais emigraram para New Jersey, perto de Nova Iorque, há 22 anos à procura de uma vida melhor.
Júlia Machado recorda que em criança andava sempre com uma caixa da Hello Kitty que tinha um microfone que não saía da sua mão. Cantava tudo o que ouvia. Confessa que a música ajuda-a a expressar o que sente. Foi passando nos castings e regressava sempre aos EUA. Quando chegou a fase final do concurso a mãe, Raquel Rosa, veio trazê-la a casa dos avós onde Júlia Machado vive desde a Páscoa. “Gosto mesmo muito de Portugal e este foi um bom motivo para ficar cá mais tempo”, afirma com um sorriso rasgado.
A menina, de 12 anos, garante nunca ter acreditado que poderia vencer. A assistir à conversa está a mãe Raquel Rosa, que considera que para a vitória contribuiu muito a comunidade emigrante espalhada pelo mundo. “Nunca houve uma criança luso-descendente a participar neste tipo de concursos. Recebemos mensagens de apoio de todos os estados dos EUA, Canadá, Brasil e da Europa. Sentimos que os emigrantes se reviram na Júlia e no esforço que todos fazemos por viver fora do nosso país e o que lutamos para que os nossos filhos falem português e que as tradições passem de geração em geração”, afirma Raquel Rosa.
A vencedora do The Voice Kids ainda não acredita que venceu o concurso mas adorou ter actuado com Fernando Daniel, o seu mentor do programa, no espectáculo que o cantor deu na Festa dos Tabuleiros em Tomar. Júlia Machado, que vai para o 8º ano de escolaridade, ainda não pensou no futuro. Sabe que quer continuar a cantar e realizar o seu sonho de ser cantora profissional. Se a música não der certo vai estudar para ser veterinária. Ainda não decidiu se quer continuar a viver nos EUA ou em Portugal mas tem noção que lá fora a vida é financeiramente melhor. No entanto, tem Portugal no coração e vem todos os anos passar férias. Os seus cantores preferidos são Fernando Daniel, o grupo Country Music, Adele e Amália Rodrigues. “Adoro fado. Fico toda emocionada e arrepio-me a ouvir este género musical”, afirma.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo