Cultura | 13-08-2023 21:00

Grupo de jovens dinamiza o Sardoal e mostra que o interior tem vida

Grupo de jovens dinamiza o Sardoal e mostra que o interior tem vida
Adriano Martins, Joaquim Lopes, Vânia Silva e Tomás Grácio são alguns dos voluntários que integram a Associação de Jovens do Sardoal

Associação de Jovens do Sardoal foi criada há 14 anos e tem sido um sucesso na comunidade. Responsáveis pela organização do Festival Estímulo, que se realiza todos os anos, confessam que cresceram mais rápido e ganharam enorme sentido de responsabilidade. A porta da associação está aberta a todos os jovens que queiram contribuir para animar a sua terra.

A Associação de Jovens do Sardoal foi criada há 14 anos e tem sido um sucesso na dinamização do concelho e da comunidade. A vice-presidente, Vânia Silva, 27 anos, admite que é difícil levar jovens para a associação uma vez que, afirma, são poucos os que se querem comprometer. “É essa mentalidade que queremos mudar. A porta está aberta a todos. É uma forma de estarem entretidos e ganham sentido de responsabilidade. Além disso, não somos uma associação só para organizar festas. Se algum jovem vier ter connosco porque precisa de ajuda vamos ter todo o gosto em ajudar”, garante a jovem psicóloga.
O presidente da direcção da Associação de Jovens do Sardoal (AJS), Adriano Martins, de 27 anos, confessa que a parte mais difícil é sempre a financeira pois o dinheiro nem sempre chega para tudo. A principal actividade que organizam anualmente é o Festival Estímulo. A anterior direcção arriscou e criou o evento, que tem sido um sucesso, com grupos de música alternativa. O problema foi ter originado uma dívida grande. “Temos estado estes anos a amortizar a dívida e agora já podemos arriscar em novos projectos. Temos o apoio da Câmara do Sardoal, que agradecemos muito, mas não chega para tudo o que queremos fazer”, refere Adriano Martins, que está a terminar o mestrado em Design e Publicidade.
A AJS tem cerca de 15 voluntários com idades entre os 18 e os 27 anos. Adriano Martins é presidente há nove anos e pretende passar a pasta a alguém mais jovem, para rejuvenescer a associação e trazer mais jovens. “Queremos dinamizar o concelho do Sardoal nas áreas de cultura, desporto, juventude, mais focado nos jovens para que sintam que não faltam actividades e animação na nossa terra. É para isso que trabalhamos todos os dias”, garante.
Adriano Martins e Vânia Silva confessam que desde que entraram na AJS cresceram muito e ganharam sentido de responsabilidade. Sobretudo durante o Festival Estimulo, em que alguns tiram férias para estarem disponíveis para toda a logística que a organização do evento acarreta. “Organizar o festival é quase como gerir uma empresa. Por isso é que digo que se ganha muito sentido de responsabilidade e crescemos mais rápido”, realça o presidente.
Além do festival também organizaram um concurso de desenho e a obra vencedora foi criada no chão do espaço do Basquete 3x3. Em Setembro, antes das festas do concelho, vão realizar uma prova de resistência de BTT, que já tem várias inscrições. Têm também uma tasquinha nas festas do concelho onde conseguem angariar algum dinheiro.
Não é fácil juntar todos os elementos da AJS mas com a pandemia apareceram as reuniões online que vieram facilitar a comunicação. Joaquim Lopes, estudante e vogal da AJS, diz que é bom viver no interior apesar de não haver tantas oportunidades. “Queremos dar mais alento à comunidade para que não se pense que é uma população assim tão envelhecida”, reforça.
A AJS tem sócios mas a quota de 12 euros por ano desapareceu porque, explicam, era muito difícil conseguir cobrá-la. Mas têm todo o gosto em ter cada vez mais sócios. Tomás Grácio, de 19 anos, aceitou o convite por gostar de ajudar e participar em actividades que movimentem o concelho. Considera que a amizade e o companheirismo entre todos é o mais importante. “Somos um grupo de amigos que, felizmente, se dá todo bem”, garante o jovem.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1664
    15-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo