Cultura | 10-02-2024 07:00

A banda FH5 dá música na região há mais de meio século

A banda FH5 dá música na região há mais de meio século
Luís Honório (à direita), um dos fundadores da FH5, juntamente com os elementos da banda que existe há quase 50 anos

FH5 é uma banda ribatejana fundada em 1975 por Francisco Honório e filhos.

Começou com o acordeão e hoje em dia tocam diferentes estilos de música em festas, principalmente na região do Médio Tejo. A abertura de concertos de vários artistas de renome nacional são algumas das conquistas da banda de Tomar que tem acompanhado a evolução da música ao longo dos anos.

O nome da banda FH5, com quase cinco décadas de actividade, é muito conhecido no Ribatejo, região onde o conjunto costuma animar festas nas localidades mais isoladas, mas também nas sedes de concelho. Tudo começou com Francisco Honório, natural de Rendufas, concelho de Torres Novas, um acordeonista de referência na região nos anos 70, que fazia a animação das festas. Mudou-se para o concelho de Tomar depois de casar, e quando percebeu que os filhos, de 12 e 10 anos, tinham jeito para a música voltou a fazer espectáculos, depois de se ter afastado durante algum tempo, formando o grupo Francisco Honório e Filhos, em 1975. Nessa altura só tocavam músicas instrumentais até entrar um novo elemento que cantava e tocava, passando a chamar-se Francisco Honório e Filhos Mais Um.
À medida que a banda foi crescendo o nome foi-se alterando para Francisco Honório Mais Dois e depois Francisco Honório e o Seu Conjunto, até à época em que surgiu o boom do rock português e os nomes em siglas começaram a ser usuais, como por exemplo os GNR e UHF. Passaram então a chamar-se de FH5 no início de 1982, deixando as iniciais do nome do fundador e o número de elementos que compunham a banda na altura.
Quem conta a história a O MIRANTE é Luís Honório, um dos fundadores e filho do falecido Francisco Honório, que até há pouco tempo também tocava. O músico acredita que a banda é a mais antiga do concelho de Tomar, e talvez do distrito, com actividade ininterrupta e dezenas de concertos anuais. Actualmente, António Prazeres, Filipe Santos, Beatriz Ferreira e Gonçalo Enes são os vocalistas da banda, juntamente com Diogo Soares na bateria, Ricardo Carmo nos teclados, David Caldeira no baixo, e Pedro Favas e Diogo Sousa nas guitarras. Apesar de não terem músicas originais, Luís Honório considera que o que os distingue é a diversidade de estilos que tocam, sem exagerar na música popular e acompanhando a evolução da música com a adaptação do repertório.
Os FH5 procuram animar e agradar a um público amplo, mantendo sempre a qualidade. O sucesso é atribuído também ao reconhecimento da banda que abriu concertos de artistas de renome nacional, como Xutos e Pontapés, Rui Veloso e UHF. Especialmente nos anos 80 e 90, foram uma fonte de inspiração para músicos locais e tornaram-se uma espécie de “escola” para técnicos e músicos que depois começaram a trabalhar com os Quinta do Bill, José Cid e Mariza.
A banda, que actua maioritariamente nos concelhos de Tomar, Torres Novas, Fátima, Ourém, Ferreira do Zêzere e Leiria, deixa no ar o desejo de tocar por todo o país, embora reconheçam que é na zona Centro que se realizam as melhores festas e onde a alegria do público mais os motiva.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo