Cultura | 14-02-2024 10:00

Em Amiais de Baixo espera-se anos para ser juiz das festas

Em Amiais de Baixo espera-se anos para ser juiz das festas
David Lucas (ao centro) juiz da comissão de festas de Amiais de Baixo de 2024 com outros elementos da comissão

As Festas em Honra de São Sebastião, em Amiais de Baixo, constituem um exemplo de bairrismo e de devoção das gentes dessa freguesia do norte do concelho de Santarém. O juiz das festas deste ano esteve 14 anos à espera que chegasse a sua vez.

A vila de Amiais de Baixo tem características muito próprias e o fervoroso bairrismo é uma delas. Exemplo disso é o facto de existir uma lista de espera para ser juiz das festas e há quem aguarde anos para poder liderar a equipa que organiza o momento alto do calendário anual de festejos da localidade: as Festas em Honra do Mártir São Sebastião, que normalmente se realizam durante cinco dias no mês de Fevereiro.
David Lucas, 39 anos, juiz da comissão de festas de 2024, esteve na lista de espera durante 14 anos. Natural de Amiais de Baixo, mecânico de automóveis de profissão, veste por esses dias a tradicional capa vermelha de festeiro juntamente com mais 103 elementos. Após lhe ter sido atribuída essa responsabilidade no último dia dos festejos de 2023, foi-se formando o grupo que organizou o programa e tratou de toda a logística inerente ao muito concorrido evento. Entre os elementos escolhidos estão, por exemplo, os vereadores da Câmara de Santarém João Leite e Nuno Russo, que apesar de não serem de Amiais de Baixo aceitaram o desafio.
Entretanto já se pensa na festa de 2025 e na terça-feira, 6 de Fevereiro, último dia de festas, ficou a saber-se que Rui Melicia é o juiz da comissão de festas do próximo ano. Na Igreja de Amiais de Baixo está uma lista com os nomes dos próximos juízes das comissões de festa. Segundo David Lucas, existem pedidos de bandeiras para juiz da comissão de festas até 2047, algo que assegura a continuidade da festa e da própria tradição. O orgulho em participar e o sentimento de alegria vivido na terra durante os cinco dias foram alguns dos motivos que levaram David Lucas a ter vontade de fazer o pedido da bandeira. Os blocos de rifas vendidos pelos festeiros, tal como a angariação de fundos em eventos como a Feira Multisectorial, em Novembro, serviram para ajudar a pagar as despesas das festas de Amiais de Baixo.

Procissões são imagem de marca
As festas de Amiais de Baixo são marcadas pelas três procissões, na noite de sábado e nas tardes de domingo e segunda-feira, cada uma delas com características muito próprias. Na tarde de domingo, 4 de Fevereiro, as ruas da vila receberam a procissão de todos os santos com uma multidão a assistir nos passeios ao transporte dos andores. As promessas aos santos mais queridos são pagas em notas pregadas com alfinetes nas vestes das imagens ou em fitas colocadas nos andores. São Sebastião, a quem é dedicada a romaria, e Nossa Senhora da Graça, a padroeira da vila, são os que recebem a maior parte das oferendas em dinheiro, que ficam em posse da paróquia.
O padre António Pereira, pároco da freguesia, foi conversando com a população ao longo da procissão. A participar estiveram também Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Santarém, e Duarte Neto, presidente da Junta de Freguesia de Amiais de Baixo. Presença habitual nos cortejos religiosos há mais de três décadas é igualmente a Orquestra Filarmónica 12 de Abril, de Travassô, concelho de Águeda. Segundo Luís Cardoso, director artístico, a banda conta com cerca de 65 músicos e participou pela primeira vez nas Festas de Amiais de Baixo em 1992.
As festas de Amiais de Baixo tiveram um diversificado programa de animação entre os dias 2 e 6 de Fevereiro. A banda de tributo “Hybrid Theory The Linkin Park Tribute”, o duo “Némanus”, Nininho Vaz Maia, a DJ Sara Santini e o grupo “4 men’s” foram alguns dos artistas do cartaz, no qual não faltou também o sempre muito apetecido fogo-de-artifício.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo