Cultura | 23-03-2024 12:00

Convento de Cristo abre espaço que destaca presença templária na região

Sala de experiência imersiva sobre a história e o património templário na região é uma nova atracção no Convento de Cristo, em Tomar, e faz parte do projecto Rota dos Templários no Médio Tejo.

O Convento de Cristo, em Tomar, inaugurou na quarta-feira, 13 de Março, uma “sala de experiência imersiva” integrada na Rota dos Templários do Médio Tejo, um “espaço de narrativa” sobre a história e o património templário na região. “Esta sala é um espaço de narrativa sobre a presença templária, quer em Tomar, quer na região, e que o público pode experienciar nesta sala imersiva”, disse à Lusa a directora do Convento de Cristo, Andreia Galvão, tendo destacado um “projecto muito baseado na questão sensitiva” que “remete para uma outra narrativa”, indicando a presença histórica e patrimonial templária na região, como um “convite” para um percurso alargado de visitação.
Em nota informativa, o Convento de Cristo indicou que disponibilizará, no seu percurso de visita, uma nova sala alusiva à “Reconstituição do Cerco ao Castelo de Tomar”. A iniciativa insere-se no âmbito da Rota dos Templários no Médio Tejo, uma “nova oferta turística para quem visita a região”, que “agrega vários recursos com vínculo à temática templária, experiências imersivas e diversas ferramentas de comunicação” e que “representa o primeiro passo para uma rota nacional”.
Andreia Galvão adiantou que naquele espaço “os visitantes podem ter uma série de informação sobre os locais onde se encontra património templário e a própria história templária e, daí, partirem para o próprio território” do Médio Tejo, num projecto que envolve vários municípios da região.
A Rota dos Templários no Médio Tejo resultou de uma candidatura da CIM Médio Tejo, aprovada na Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior do Turismo de Portugal, através de um projecto de “novas experiências”, e está integrada no projecto intermunicipal Afirmação Territorial do Médio Tejo. A Rota dos Templários abrange sete municípios: Abrantes, Ferreira do Zêzere, Ourém, Sertã, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha. “Estas novas experiências, já disponíveis ao público, são uma visita virtual ao Castelo de Almourol”, que se encontra aberta ao público no Centro de Interpretação Templário de Almourol, em Vila Nova da Barquinha, e a Reconstituição do Cerco ao Castelo de Tomar, no Convento de Cristo, em Tomar, após a inauguração”, indicou a CIM Médio Tejo. Por outro lado, segundo a mesma nota, “após o término das actuais obras na Torre de Dornes”, em Ferreira do Zêzere, a CIM Médio Tejo conta disponibilizar naquele monumento templário uma “experiência de vídeo mapping” que irá retratar as lendas da Torre de Dornes e de Nossa Senhora do Pranto.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo