Cultura | 31-03-2024 12:00

Festival do Cabrito é uma referência gastronómica em Torres Novas

Festival do Cabrito é uma referência gastronómica em Torres Novas
Presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira, considera que o Festival do Cabrito faz parte da história do concelho

33ª edição arrancou no dia 22 de Março, no restaurante Zeca, em Casais da Igreja. Presidente do município, Pedro Ferreira, diz que gastronomia do concelho tem de ser valorizada.

A 33ª edição do Festival do Cabrito arrancou em Torres Novas, no dia 22 de Março, com uma inauguração que contou com várias dezenas de convidados e a presença do executivo municipal. Pedro Ferreira, presidente do município, destacou a importância do evento para valorizar e dinamizar a gastronomia local. “Torres Novas é um local de passagem, todos os dias passam milhares de carros aqui e pela A1 e o objectivo é criar estímulos e lembranças de que aqui no concelho existem bons restaurantes e boa gastronomia, que valoriza o tradicional e os produtos locais” disse.
Para o autarca é fundamental manter vivas tradições que remetem às memórias de infância e ao lado mais sentimental de cada um. “Os pratos tradicionais fazem-nos lembrar os tempos de infância, do que cozinhavam os nossos pais e os nossos avós além de valorizarem o património turístico. Da Serra D’Aire temos a cabra serrana, do rio Almonda a fataça e as enguias. Além de bons vinhos e boa doçaria como o pastel de feijão e o bolo de cabeça”, destacou Pedro Ferreira, acrescentando que, juntamente com “boas paisagens e simpatia, as pessoas têm todos os motivos para visitar o concelho”. O Festival do Cabrito, defende Pedro Ferreira, faz parte da história do concelho de Torres Novas.
João da Guia é um dos impulsionadores do festival. A ideia, explica, surgiu juntamente com um grupo de amigos, residentes em Lisboa, que decidiram criar a associação Casa do Ribatejo – Amigos de Torres Novas. Participaram na organização das festas da cidade e na Feira Nacional dos Frutos Secos e decidiram criar um evento relacionado com a cabra serrana. Assim, em 1987, surge o Festival do Cabrito, que foi incluído no plano anual de actividade desse mesmo ano.
Na cerimónia de abertura da 33ª edição, realizada no restaurante Zeca, em Casais da Igreja, foi servido cabrito assado no forno, com batatas e grelos. A novidade foi a sobremesa “Magia Torrejana”, criada pelo Chef Fernando Correia, exclusivamente para esta edição do festival. O objectivo foi juntar os ingredientes de doçaria tradicionais do concelho como a laranja, amêndoa, feijão e coulis de figo preto. O festival decorre até 31 de Março e conta com a adesão de 31 restaurantes do concelho.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1659
    10-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1659
    10-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo